Comitê Regional de Boa Vista constrói planejamento regional 2012 durante a 2ª Reunião Ordinária

 Uma nova política de atendimento construída a partir da realidade de cada comunidade indígena, respeitando as diferenças culturais de cada povo e acima de tudo que contemple os anseios de um novo contexto social e econômico da população indígena, foram uma das principais discussões durante a 2ª Reunião Ordinária do Comitê Regional de Boa Vista/RR.
O evento ocorreu no período de 19 a 23 de dezembro, na comunidade indígena Lago Caracaranã, Terra Indígena Raposa Serra do Sol, município de Normandia/RR. Teve como objetivo discutir e construir o planejamento regional 2012.
Integrantes do Comitê compartilharam e discutiram diversas demandas da questão indígena em Roraima, destacando as principais como sendo a formação superior indígena, etnodesenvolvimento, promoção social, monitoramento territorial das terras indígena e a atuação das Coordenações Técnicas Locais (CTL`s).
Segundo a Coordenadora Geral de Etnodesenvolvimento Sustentável da Funai (CGETNO), Lilian Galette, o desenvolvimento político, étnico das comunidades indígenas deve ser das próprias comunidades, buscando sempre desenvolver os projetos voltados para a sustentabilidade, etnodesenvolvimento e preservação do meio ambiente.

No PA, MP pede maior atuação no combate à retirada ilegal de madeira

MP Federal pede aos órgãos ambientais maior fiscalização. Floresta Nacional do Trairão, no sudoeste do Pará, é alvo de denúncia.

O Ministério Público Federal quer que os órgãos responsáveis pelo assentamento Areia e pela floresta nacional de Trairão, no sudoeste do Pará, adotem medidas permanentes de fiscalização.

O MPF também quer saber quem são os responsáveis pela extração ilegal de madeira e qual é o destino desse material.

Leia mais »

Rio+20 divulga primeiro rascunho de texto-base da conferência

Documento vai nortear cúpula de desenvolvimento sustentável, em junho. Encontro no RJ deve contar com 120 chefes de estado, afirma Itamaraty

A Organização da Rio+20, cúpula da Organização das Nações Unidas (ONU) que vai debater o desenvolvimento sustentável, divulgou nesta quarta-feira (11) o primeiro rascunho do texto-base que vai pautar o encontro, previsto para acontecer de 22 a 26 de junho no Rio de Janeiro.

Denominado “Draft Zero” (Rascunho Zero, na tradução do inglês), o material de 19 páginas aborda tópicos baseados nos três pilares do desenvolvimento sustentável (o econômico, o social e o ambiental) e convoca os países a criar soluções para erradicar a pobreza no mundo, reduzir o impacto na biodiversidade, além de resolver questões diplomáticas como a criação de uma “agência ambiental” independente, que seria sediada no Quênia.

Leia mais »

Tembé beneficiam mandioca e polpa de frutas na Terra Indígena Alto Rio Guamá/PA

Na região do Gurupi, índios produzem por dia 60 kg de polpa e 200 kg de farinha

Seiscentos índios da etnia Tembé serão beneficiados com a produção diária de 60 quilos de polpa de frutas e 200 quilos de farinha de mandioca. O grupo habita a parte da reserva Alto Rio Guamá localizada na região do Gurupi, na divisa com o Maranhão, a 450 km de Belém. Os alimentos serão processados em duas usinas que já estão funcionando na aldeia Cajueiro. Uma terceira usina, de farinha, será instalada na aldeia Tekohaw, em janeiro de 2012, quando mais um curso de capacitação será ministrado por técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que recentemente habilitaram 40 índios, dos quais 20 mulheres, para operar as usinas.

Leia mais »

MMA/ANA – CNRH aprova prioridades do Plano Nacional de Recursos Hídricos

Conselho Nacional de Recursos Hídricos aprovou nessa quarta-feira (14/12) a revisão do Plano Nacional de Recursos Hídricos com 22 prioridades para o quadriênio 2012-2015. É a primeira atualização do plano, lançado em 2006, para fundamentar e orientar a implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos e a atuação do Sistema Nacional de Gerenciamento dos Recursos Hídricos (Singreh).

O processo da primeira revisão do Plano objetiva avaliar os avanços e desafios dos primeiros 5 anos de sua implementação (2006-2010), com adequações e correções necessárias para o planejamento nacional da gestão dos recursos hídricos. O documento PNRH – Prioridades 2012-2015, aprovado por unanimidade pelos conselheiros, serviu de base para a elaboração do Plano Plurianual do Governo Federal do próximo quadriênio, definindo uma agenda transversal da água.

Leia mais »

Desmatamento cresceu 65% em MT neste ano, aponta INPE

O desmatamento na região amazônica em Mato Grosso apresentou alta de 65% entre janeiro a agosto deste ano, na comparação com o mesmo período de 2010. A área avançou de 465 km² para 769 km², de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Dos estados que compõem a zona amazônica, outros três apresentaram alta na mesma época: Rondônia, Acre, Tocantins, além de Mato Grosso. De acordo com o Inpe, em Rondônia identificou-se a maior evolução no desmatamento de áreas: 98%, resultado do avanço de 125 km² para outros 248 km².

Leia mais »

Código Florestal: modificações já aprovadas no Senado

Separação entre disposições permanentes e transitórias: Com a polêmica em torno da regularização do chamado passivo ambiental – desmatamentos irregulares de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de reserva legal –, que permeou a votação do novo Código Florestal na Câmara, o texto aprovado pelos deputados mesclava regras para regularizar esse passivo com a proteção das áreas ainda florestadas.

Mudanças previstas para o Código Florestal

Leia mais »

Relatório do Código Florestal será lido quinta-feira, 17/11, na Comissão de Meio Ambiente (CMA) do Senado

O relatório do senador Jorge Viana (PT-AC) sobre o projeto do novo Código Florestal Entenda o assunto (PLC 30/2011) deve ser lido na quinta-feira (17) na Comissão de Meio Ambiente (CMA) e não na quarta-feira (16), como previsto na semana passada pelo presidente da comissão, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).

Leia mais »

Defeso quer garantir a reprodução de seis espécies de peixes amazônicos

A partir desta terça-feira (15) está proibida a pesca e comercialização dos peixes amazônicos pirapitinga, mapará, sardinha, matrinchã, pacu e aruanã. O período de defeso, determinado pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), para permitir a reprodução destas espécies, vai até o dia 15 de março.

Leia mais »

Concentração de GEEs na atmosfera aumentou, diz NOAA

Na última semana, dois relatórios destacaram o ritmo crescente das emissões de gases do efeito estufa (GEEs). O primeiro foi publicado pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos e afirma que os níveis de dióxido de carbono (CO2) subiram 6% em 2010. Em seguida, foi a vez da consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC) divulgar um documento no qual demonstra que a intensidade global de carbono aumentou 5,8% no ano passado.

Leia mais »

A economia cresce, a proteção ambiental cai

Vi comemorações semelhantes a uma vitória em Copa do Mundo à divulgação, nesta quarta (9/11), pelo IBGE, de que a safra brasileira de grãos deve chegar a 159,7 milhões de toneladas este ano – 6,8% superior à safra já recorde de 2010. A área a ser colhida em 2011 (48,6 milhões de hectares) cresceu 4,6% se comparada à de 2010 – a da soja aumentou 3,2% e a do milho, 3,5%.

Leia mais »

A Internacionalização da Amazônia: Meio Ambiente, Soberania e Cidadania, artigo de Sulema Mendes de Budin

Em apenas um ano, desde o envio do PL 4776/05 para a Câmara dos Deputados, em fevereiro de 2005, a nomeação de Comissão Especial e a recomendação de “urgência”, a aprovação final pelo Senado e a publicação no Diário Oficial da União, no dia 30 de março de 2006, da Lei Ordinária 11.284/06, ficou instituída a legalização do loteamento das florestas públicas brasileiras, sob o título de “concessão para manejo sustentável”! Iniciativa do Poder Executivo, integralmente apoiada, sustentada e defendida pelo Ministério do Meio Ambiente e pessoalmente por sua Ministra, a ex seringueira que traiu suas origens por um cargo de segunda categoria, num governo corrupto e incompetente!

Leia mais »

Ministério Público do Trabalho (MPT) convoca a marca de roupas Zara para assinar acordo sobre trabalho escravo

O Ministério Público do Trabalho (MPT) notificou a marca de roupas Zara para comparecer a uma audiência no próximo dia 18 para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). O acordo busca regularizar a cadeia produtiva da grife espanhola e reparar os danos causados aos trabalhadores flagrados em regime de trabalho semelhante ao escravo em São Paulo.

Leia mais »

Aquecimento dos oceanos influencia queimadas na Amazônia, diz estudo

Cientistas norte-americanos desenvolveram uma metodologia que prevê com pelo menos seis meses de antecedência se o período de queimadas na floresta amazônica será grave a partir da medição da temperatura dos oceanos Pacífico e Atlântico.

O estudo, publicado nesta quinta-feira (10) pela revista “Science”, analisou dez anos imagens do satélite Modis, da Agência espacial norte-americana (Nasa) e utilizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) para analisar o desmatamento do bioma e os focos de calor que atinge a floresta em tempo real.

Aquecimento dos oceanos

Leia mais »