Proteção territorial e gestão ambiental são tema de reunião de planejamento na Coordenação Regional Alto Solimões (AM)

A Coordenação Regional de Alto Solimões, unidade descentralizada da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) localizada em Tabatinga (AM), promoveu, entre os dias 13 e 15 de junho na aldeia Umariaçu II, uma reunião de planejamento sobre proteção territorial e gestão ambiental das Terras Indígenas Tikuna que darão direcionamento aos Planos de Trabalho do Serviço de Gestão Ambiental e Territorial (Segat) da unidade.

Foto: FUNAI

A iniciativa teve como objetivo reunir representantes de organizações indígenas do povo Magüta (Tikuna) para discutirem coletivamente sobre estratégias e ações destinadas à garantia da proteção territorial das terras indígenas demarcadas, enfatizando ações de vigilância comunitária, fiscalização territorial, segurança pública nas aldeias e fortalecimento da participação indígena no cuidado com seus territórios.

Além dos servidores da coordenação, também participaram do evento a diretora de Administração e Gestão, Mislene Metchacuna, e a servidora da Coordenação Geral de Monitoramento Territorial (CGMT) Fernanda Andrade  Fernandes.

Mislene explicou aos presentes as ações que vêm sendo realizadas pela alta gestão do órgão com o intuito de valorizar e incentivar cada vez mais a participação indígena na política indigenista. “Temos o compromisso de fortalecer todas as unidades da Funai para melhor atuar nas diversas regiões do país, com aumento de recursos humanos e estruturação da área administrativa para que seja possível a execução das atividades finalísticas nos territórios indígenas”, apontou.

Já Fernanda abordou o funcionamento e a estrutura da Funai e suas Diretorias e, mais especificamente, a atuação da CGMT, que cuida de assuntos relacionados à fiscalização e à capacitação voltada à prevenção de ilícitos.

A Coordenação Regional Alto Solimões atua junto aos povos indígenas Tikuna, Kokama, Kambeba, Caixana, Kanamari, Witota, Katukina, Madja-Kulina, Mura, Makuna, Maku-Yuhup/Maku-Nadeb, Ava-Canoeiro, Miranha, Mayuruna, Sateré–Mawé, Desana, Tukano e Tuyuka, numa grande extensão territorial abrangendo as regiões do Alto Solimões, Médio Solimões e Baixo Juruá. A unidade é responsável por coordenar e monitorar a implementação de ações de proteção e promoção dos direitos de povos indígenas e vem envidando todos os esforços necessários para planejar e articular ações de proteção territorial, garantindo, assim, o usufruto exclusivo dos povos que ali vivem.

FONTE: FUNAI – Proteção territorial e gestão ambiental são tema de reunião de planejamento na Coordenação Regional Alto Solimões (AM) — Fundação Nacional dos Povos Indígenas (www.gov.br)