Embrapa apresenta frutíferas amazônicas no Dia Mundial do Meio Ambiente em ações em Manaus

Mudas de frutíferas amazônicas como açaí, cupuaçu e guaraná  produzidas pela Embrapa Amazônia Ocidental, estarão sendo entregues a agricultores e público participante de programações educativas alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, em Manaus (AM).

Mudas de frutíferas amazônicas para ações do Dia Mundial do Meio Ambiente – Photo: Maria Tupinambá – Postada em: EMBRAPA

A Embrapa Amazônia Ocidental realizou a doação de mudas de frutíferas amazônicas para a programação especial do Dia do Meio ambiente promovida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e também para ações educativas de comunicação em saúde promovidas pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).

As mudas de Guaraná (Paullinia cupana), de Açaí (Euterpe oleracea) e de Cupuaçu (Theobroma grandiflorum) que serão apresentadas e distribuídas ao público nessas ações são exemplares da biodiversidade amazônica, mas que se diferenciam por serem oriundas de ações de pesquisa agronômica da Embrapa, com materiais que trazem características de interesse como boa produtividade, por exemplo.

A produção de mudas na Embrapa Amazônia Ocidental ocorre por demanda de projetos e, neste caso, foram preparadas para ações ambientais educativas. Ao todo foram encaminhadas cerca de 400 mudas de açaí, cupuaçu e guaraná para essas ações alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, conforme informa o chefe-geral da Embrapa Amazônia Ocidental, Everton Cordeiro. As mudas foram produzidas pela equipe do Campo Experimental do km 29 da AM-010, seguindo as técnicas recomendadas e já se encontram em tamanho adequado para serem plantadas no campo.

Entre os materiais inclui-se  mudas da BRS Noçoquém, que é a primeira cultivar de guaranazeiro de propagação por semente,  obtida a partir do Programa de Melhoramento Genético do Guaranazeiro da Embrapa Amazônia Ocidental. A BSR Noçoquem se destaca por sua alta produtividade e resistência estável a doenças do guaranazeiro, como a  antracnose e superbrotamento.

Também constam mudas de açaizeiro da BRS Pai d’Égua, que é resultado da pesquisa com melhoramento genético do açaizeiro desenvolvida pela Embrapa Amazônia Oriental (Pará). Essa cultivar  tem frutos menores com maior rendimento de polpa,  cerca de 30% a mais que os frutos de açaí tradicionais. Tem ainda a produção precoce de frutos, com primeira colheita aos três anos e meio, enquanto outros  materiais iniciam no quinto ano.

Semana do Meio Ambiente – Parte da distribuição de mudas será nos dias 5 e 6 de junho, na programação coordenada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e que contará com Feira de Produtos das Unidades de Conservação Estadual e Feira de Produtos Regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) – edição especial. As feiras serão realizadas de 8h às 17h, na sede da Sema, localizada na Avenida Mário Ipiranga, 3280, Parque Dez, zona centro-sul de Manaus. De acordo com Edilene de Sousa, assessora do Núcleo de Educação Ambiental da Sema, a feira terá alimentos, cosméticos e artesanatos provenientes de produtores das Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro e Puranga Conquista (município de Manaus), RDS do Juma ( município de Novo Aripuanã)  e do Rio Amapá ( município de Manicoré). Na ocasião, haverá também feira de Produtos Regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) – edição especial, que contará com produtores locais realizando a comercialização de frutas, verduras, pescados e doces regionais.

Também haverá ações da Semana do Meio Ambiente, conduzidas pela Sema, no Centro Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, localizado na Rua Tupinambá, 119, bairro Cidade Nova, zona norte da capital.

Comunicação em saúde – As mudas entregues para o Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) serão entregues em ação do Dia Mundial do Meio Ambiente, que será coordenada pelo projeto Moetá. O projeto atua em comunidade com disseminação de informações científicas em saúde, por meio de comunicadores populares. Cerca de 50 mudas de açaí, cupuaçu e guaraná foram entregues neste dia 4 de junho para o projeto. As mudas serão distribuídas em programação do Dia Mundial do Meio Ambiente na Escola Manoel Antônio, no bairro da Colônia Antônio Aleixo, segundo informou Elton Aleme, da coordenação do projeto Moetá, desenvolvido pelo ILMD/Fiocruz. Uma parte das mudas será plantada na escola e outra para alunos da comunidade que tiverem interesse em cultivar em quintais.