Consulta pública: 12 dias para contribuir com o mapa da geologia brasileira

Serviço Geológico do Brasil recebe sugestões para estruturar o Plano Decenal de Mapeamento Geológico Básico 2025-2034

Foto: SGB/Divulgação

Brasília (DF) – Com apenas 12 dias restantes para o fim da consulta pública, a sociedade tem a oportunidade de contribuir para o futuro do mapeamento geológico do Brasil, um passo crucial para impulsionar o desenvolvimento do setor mineral e das diversas atividades que se beneficiam do conhecimento geológico básico.

De acordo com o diretor-presidente do Serviço Geológico do Brasil, Inácio Melo, o SGB convida especialistas, empresas do setor mineral e toda a sociedade a participar da construção do Plano Decenal de Mapeamento Geológico Básico (PlanGeo) 2025-2034.

“A participação ativa da sociedade nesse processo garante que o futuro da geologia e da mineração, no Brasil, seja construído de forma colaborativa, transparente e com foco no desenvolvimento sustentável”, enfatiza Melo.

O PlanGeo 2025-2034, atualmente em fase de consulta pública, visa traçar as prioridades para o mapeamento geológico do país nos próximos dez anos, focando em áreas com potencial para novas descobertas minerais, incluindo minerais críticos para a transição energética.

O diretor de Geologia e Recursos Minerais do SGB, Valdir Silveira, destaca a importância da participação. “O PlanGeo é um instrumento fundamental para direcionar as ações do SGB e garantir que os investimentos em pesquisa e mapeamento geológico atendam às necessidades do setor produtivo e da sociedade como um todo”, complementa Silveira.

Como participar

A consulta pública, aberta desde 15 de abril, oferece a chance de opinar sobre as áreas prioritárias para pesquisa, incluindo províncias minerais, distritos mineiros e novas fronteiras do conhecimento geológico. Além de permitir que o usuário aponte prioridades a partir de 60 blocos pré-selecionados, distribuídos nas regiões Amazônia, Nordeste e Centro-Sul, a plataforma permite a sugestão de novas áreas e escalas para mapeamento geológico.

“Essa é a chance de moldar o futuro da mineração no Brasil, de garantir que a exploração dos recursos minerais seja feita de forma responsável e sustentável, e que os investimentos sejam direcionados para as áreas com maior potencial para o desenvolvimento do país”, conclui o diretor-presidente do SGB.

Para participar da consulta pública e contribuir para a construção do PlanGeo 2025-2034, acesse a Plataforma de Mapeamento Geológico do SGB até o dia 15 de junho.

Núcleo de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil
Ministério de Minas e Energia – Consulta pública: 12 dias para contribuir com o mapa da geologia brasileira (sgb.gov.br)

Leia mais notícias do Serviço Geológico do Brasil: