Ação Cívico-Social atende dois mil indígenas nos estados do Acre, Rondônia e Amazonas

Integrando diversos órgãos governamentais e não governamentais, Federais, Estaduais e Municipais, no período de 27 a 29 de maio, no contexto da Operação Thaumaturgo I e o dia do Serviço de Saúde do Exército Brasileiro, o Comando de Fronteira Juruá/61º Batalhão de Infantaria de Selva (C Fron Juruá/61º BIS), realizou a Ação Cívico-Social (ACISO) na Terra Indígena Ashaninka e Apolima Arara do Rio Amônia, atendendo as aldeias Apiwtxa, Novo Destino, Ilda Siqueira, Txanã, Nova Vitória, Tchamuscado e Machadinho, todas localizadas no município de Marechal Thaumaturgo-AC.

Foto: CMA EB

Foram 177 profissionais, entre militares e civis, envolvidos na ACISO, que atenderam aproximadamente 2000 indígenas. Dentre as atividades realizadas destacam-se: atendimentos médicos e odontológicos, exames laboratoriais, cadastro do programa bolsa família, palestras, atendimentos jurídicos, entre outras.

Além da ACISO nas aldeias do município de Marechal Thaumaturgo, houve Ação Cívico-Social em Cruzeiro do Sul, com o foco em atendimentos médicos e odontológicos à população carente do município.

A Ação Cívico-Social foi realizada ao mesmo tempo por todas as Organizações Militares (OM) da 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl), sediada em  Porto Velho-RO, em vários municípios dos estados do Acre, de Rondônia e em alguns municípios do estado do Amazonas.

Tradicionalmente, o Exército Brasileiro atua na ajuda humanitária, vocação de sua vertente “Mão Amiga”, evidenciadas em várias ações ao longo de sua história. Recentemente, esse trabalho pôde ser observado na Operação Acre, com as cheias dos rios da região, e atualmente na Operação Taquari 2, com as enchentes no Rio Grande do Sul, onde diuturnamente os militares das Forças Armadas trabalham empenhados em amenizar o sofrimento da população.

A parceria do Exército Brasileiro com os diversos Órgãos é um exemplo de integração em benefício da população acreana e aos povos originários do Extremo Ocidental Amazônico.

FONTE: EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO MILITAR DA AMAZÔNIA – Ação Cívico-Social atende dois mil indígenas nos estados do Acre, Rondônia e Amazonas (eb.mil.br) (ver galeria de fotos)

Relacionadas: