Malária pode ser potencialmente fatal se não diagnosticada a tempo

No Brasil, mais de 99% dos casos autóctones são registrados na região amazônica

Postada em: Ministério da Saúde

A malária é uma doença infecciosa que pode evoluir para forma grave ou para o óbito se não diagnosticada em tempo oportuno e tratada de forma correta. Causada por parasitos do gênero Plasmodium, a doença é transmitida às pessoas pela picada de mosquitos fêmeas infectadas, do gênero Anopheles.

Existem quatro espécies de Plasmodium que podem causar a malária humana: P. falciparum, P. vivax, P. malariae e P. ovale. Dessas, o P. falciparum e o P. vivax são os mais prevalentes no Brasil, sendo o P. falciparum o maior responsável por casos graves de malária.

A prevenção da malária está ligada ao controle/eliminação do mosquito transmissor e pode se dar por meio de medidas individuais, com uso de mosquiteiros, inseticidas, roupas que protejam pernas e braços, telas em portas e janelas e repelentes.

Já as medidas coletivas incluem drenagem de coleções de água, obras de saneamento para eliminação de criadouros do vetor, aterro, limpeza das margens dos criadouros, modificação do fluxo da água, controle da vegetação aquática, melhoramento da moradia e das condições de trabalho e uso racional da terra.

Acesse para saber mais sobre as ações do Ministério da Saúde voltadas à eliminação da doença.

Marco Guimarães
Ministério da Saúde – Malária pode ser potencialmente fatal se não diagnosticada a tempo — Português (Brasil) (www.gov.br)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: