Prevenção do câncer de colo de útero em mulheres indígenas será tema de webinário

Evento será realizado para as equipes dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei)

Uma centena de profissionais de saúde, que trabalham com as populações de comunidades e aldeias dos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei) do Brasil, terá a oportunidade de aprender sobre como a empatia, a sensibilidade e a abordagem com habilidade são fundamentais para salvar vidas. O webnário “Saúde das mulheres indígenas: cuidado e prevenção ao câncer do colo de útero” acontece nesta quinta-feira (6), com a participação de cinco especialistas e uma líder indígena.

Durante duas horas e meia, uma médica, três enfermeiras e uma técnica da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) vão compartilhar experiências com a abordagem de pacientes, a conquista de confiança e sobre como lidar com limitações técnicas e especificidades culturais. O acesso ao webinário é restrito às equipes dos Dsei.

O evento será realizado pela plataforma Teams e conta, ainda, com a participação da representante da Organização da Mulheres Indígenas de Mato Grosso, a integrante da etnia Guató, Alessandra Alves. A ação é contínua e prevê encontros mensais virtuais para a difusão do conhecimento e a mobilização em prol da prevenção de doenças.

“É a arte de disseminar a informação e de cuidar. Depende de conversa, de orientação, de negociação, requer habilidade, a percepção do contexto”, explica a enfermeira e responsável técnica da Coordenação de Atributos e Promoção da Saúde Indígena da Sesai, Valéria Matilde da Silva. “Trata-se, enfim, de poder fazer o diagnóstico precoce para conseguir a cura para dar mais perspectiva de vida”, completa a profissional.

Valéria opina com a autoridade de quem tem mais de uma década de experiência com a promoção da saúde indígena. “É preciso ir além do que o protocolo prevê, é necessário ser mais do que o profissional, depende de motivação”, relata. “E esse tema é delicado, requer sensibilidade, depende de mobilização e de sensibilização”, acrescenta.

As palestrantes no webinário serão a doutora em saúde pública e coordenadora de Prevenção e Vigilância do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Mônica de Assis; a enfermeira epidemiologista e doutora em oncologia que atua na Coordenação de Prevenção e Vigilância do Inca, Maria Beatriz; a enfermeira do Projeto Xingu, Mariana Maciel; e a enfermeira do Dsei Alto Rio Negro, Evellyn Siqueira.

“A expectativa é que essa iniciativa, especificamente, sirva para mobilizar o profissional de saúde sobre a importância da promoção da prevenção do câncer do colo de útero e também do câncer de mama”, diz Valéria. A abertura do evento on-line estará a cargo da coordenadora substituta de Atributos e Promoção de Saúde Indígena da Sesai, Maria Angélica Fontão.

Ministério da Saúde – Prevenção do câncer de colo de útero em mulheres indígenas será tema de webinário — Português (Brasil) (www.gov.br) 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: