Ibama interrompe criação ilegal de gado em Terra Indígena do Pará

Proprietário dos animais descumpria embargo determinado pelo Instituto

– Foto: Ibama

Belém – Um rebanho bovino com 187 cabeças foi apreendido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em ação fiscalizatória no interior da Terra Indígena (TI) Cachoeira Seca, no estado do Pará. A atividade ocorreu no último 28 de agosto.

O proprietário do gado já havia sido notificado pelo Instituto para retirada dos animais da área. Além de caracterizar o descumprimento da medida administrativa aplicada pelo Ibama e impedir a regeneração natural da vegetação nativa, infração prevista no artigo 48 da Lei 9.605/1998, a manutenção da boiada no local infringe normas sanitárias. A desobediência ao cordão sanitário de defesa da febre aftosa põe em risco todo o rebanho paraense e a certificação do estado como livre da doença.

Os animais apreendidos na ação foram doados para a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará.

Assessoria de Comunicação do IBAMA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: