Publicada chamada de R$50 milhões para pesquisas sobre mudanças climáticas

Com cinco linhas de pesquisa para a produção de conhecimento voltada para soluções e tecnologias associadas à mitigação e adaptação, propostas devem ser submetidas até 09 de setembro

O objetivo do edital é apoiar projetos de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico relacionados à mitigação e adaptação às mudanças climáticas. – Foto: MCTi

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), publicou na quarta-feira (10/08) a Chamada CNPq/MCTI/FNDCT Nº 59/2022 – Produção de Conhecimento Voltada para Soluções e Tecnologias Associadas à Mitigação e Adaptação às Mudanças do Clima. O valor global do edital é de R$50 milhões e serão liberados em cinco parcelas de 2022 a 2026. Os recursos são de ação transversal do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). As propostas de projetos deverão ser submetidas até 09 de setembro de 2022.

O objetivo do edital é apoiar projetos de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico relacionados à mitigação e adaptação às mudanças climáticas, ao avanço na fronteira do conhecimento a respeito da compreensão e modelagem do Sistema Climático Global, às vulnerabilidades, aos impactos das mudanças climáticas sobre os sistemas ambientais, sociais e econômicos, ao monitoramento e previsão de desastres naturais, à meteorologia e climatologia, em alinhamento com as políticas nacionais, às metas pertinentes aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e à implementação da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC) no Brasil e o alcance de compromissos internacionais assumidos na área de clima.

Os projetos submetidos deverão ser inseridos em uma das cinco linhas de pesquisa. A linha 1 aborda modelagem do sistema climático global, impactos, vulnerabilidade e adaptação às mudanças climáticas e monitoramento e previsão de desastres naturais. Entre outros, envolve desenvolvimento e aperfeiçoamento de modelos numéricos de previsão de tempo e clima, assimilação de dados de satélites e radares meteorológicos, representação da física e química da atmosfera, incorporação de fluxos biogeoquímicos em modelos climáticos, análise de resultados e desenvolvimento de novos produtos derivados da modelagem numérica, modelagem da interação dos componentes climáticos.

A linha 2 envolve desenvolvimento em tecnologias inovadoras para redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE) nos setores de Agropecuária, Florestas e Energia e para adaptação em mudanças climáticas em setores prioritários da Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC, na sigla em inglês) brasileira. Entre outros itens, há especial interesse na redução de emissões de metano na agropecuária, o monitoramento do desmatamento nos biomas brasileiros e em tecnologias para recuperação florestal, eficiência energética e desenvolvimento de fontes renováveis de energia.

A linha 3, que aborda simulações econômicas para propostas de crescimento verde, prevê pesquisa e desenvolvimento voltados para a simulação de trajetórias e análise de impactos econômicos e sociais da adoção de políticas setoriais voltadas para o crescimento verde brasileiro, e análise do impacto da implantação de um mercado regulado de carbono no Brasil.

Para a linha de pesquisa 4 estão previstos projetos de conscientização e aumento da difusão do conhecimento sobre as mudanças climáticas globais e avaliação do impacto da implementação de políticas públicas para enfrentamento das mudanças climáticas.

A chamada prevê ainda uma linha para projetos de grupos de pesquisa emergentes, ou seja, os projetos devem atender aos critérios de ao menos uma das linhas 1 a 4 e o coordenador tenha obtido o título de doutor a partir de 2012.

O edital prevê que pelo menos 30% dos recursos serão destinados a projetos cuja coordenação seja exercida por uma pesquisadora. Projetos cuja instituição de execução esteja sediada nas regiões Norte, Nordeste ou Centro-Oeste também terão 30% dos recursos.

Acesse a Chamada Pública na íntegra neste link.

Com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

PUBLICADO POR: Publicada chamada de R$50 milhões para pesquisas sobre mudanças climáticas — Português (Brasil) (www.gov.br) 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: