Ibama apresenta a diplomatas, em evento, inovações em gestão de recursos florestais

Objetivo foi apresentar avanços relacionados à cadeia produtiva sustentável de produtos florestais de origem nativa

Na última semana, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) promoveu o evento “Sistemas Federais de Gestão Florestal – procedimentos e controles” para apresentar, às representações diplomáticas de diversos países, os principais avanços normativos, técnicos e de ferramentas de controle relacionados à cadeia produtiva sustentável de produtos florestais de origem nativa.

Os palestrantes trouxeram informações sobre as técnicas de exploração seletiva de recursos florestais amazônicos por meio dos Planos de Manejo Florestais Sustentáveis (PMFS); sobre os controles rastreáveis dos produtos madeireiros ao longo da cadeia produtiva por meio dos sistemas federais de gestão florestal; sobre as rotinas e procedimentos de análise de cargas destinadas ao comércio exterior e sujeitas à anuência do Ibama; e sobre a ciência de dados para avaliação dos índices de exploração, industrialização e comércio nacional e para fins de exportação.

No evento também foram apresentados os três principais sistemas de acompanhamento/rastreabilidade da madeira utilizados pelo Ibama: Plataforma Pau-Brasil, Sinaflor + e DOF + Rastreabilidade. O funcionamento dos Painéis Analíticos da Gestão Madeireira também foi demostrado na ocasião.

Segundo o o embaixador da União Europeia (UE) no Brasil, Ignácio Ibañez, cada vez mais as demandas dos mercados, dos consumidores e, logicamente dos governos, inclusive da UE, exigem que os produtos que são comercializados dentro do mercado europeu não contribuam para o desmatamento em diferentes lugares do mundo. Nesse sentido, ter ferramentas que possibilitam o rastreio da madeira desde a árvore até o comerciante final garantem a segurança necessária para a manutenção do mercado e dificultam o uso de material de origem ilícita.

Para o diretor da Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas (DBFlo), João Pessoa Riograndense, “o diálogo próximo aos representantes diplomáticos dos principais países importadores dos produtos florestais de origem nativa não só permite uma construção institucional entre o Ibama e autoridades ambientais internacionais, como também trazer maior compreensão quanto aos processos autorizativos baseados em controles e auditorias bem consolidadas pela autarquia”.

O evento contou com a presença dos embaixadores da União Europeia, Colômbia e Guatemala, além de representantes das embaixadas da Alemanha, Bélgica, Canadá, Chile, Colômbia, França, Espanha, EUA, Israel, Portugal, Uruguai e União Européia. Também participaram a representação da Undoc, Usaid e OTCA e as seguintes instituições brasileiras: Casa Civil, CGU, secretarias do Ministério do Meio Ambiente, Polícia Federal, Serpro e CNI.

Conheça os sistemas

  • Plataforma Pau-Brasil – unifica o fluxo autorizativo do comércio exterior da biodiversidade, e foi desenhada para permitir, nas próximas etapas, a automatização da análise e gerenciamento de risco das cargas.
  • Sinaflor + – sistema nacional, com base no Código Florestal (art. 35), de controle dos projetos de exploração florestal e uso do solo, sendo de uso obrigatório pelos estados e municípios, dando ao ente federal a visão macro da indústria florestal no Brasil. Contemplou desde sua nova versão, lançada em setembro de 2020, a rastreabilidade da madeira explorada.
  • DOF + Rastreabilidade – novo desenho do DOF, que permite individualizar tora a tora os créditos florestais que são lançados pelos órgão licenciadores (nos 3 níveis federativos) no Sinaflor, e acompanhar o desdobramento desses créditos ao longo das etapas de armazenamento, beneficiamento e transporte.

Mais informações 

Notícias relacionadas

Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas
Assessoria de Comunicação Social do Ibama – IBAMA  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: