PF, MPF, FUNAI e SESAI apuram denúncias de crimes em aldeia indígena na região dos Waikás

Equipes de servidores se deslocaram até a aldeia Arakaça, para investigarem denúncias de eventuais crimes que teriam como vítimas mulheres e crianças da localidade.

Arquivo PF

Brasília/DF – A Polícia Federal, o  MPF, a FUNAI e a SESAI informam que se deslocaram, com o apoio do Exército e da Força Aérea brasileira, nas datas de hoje (28/4) e ontem (27/4), até a aldeia Arakaça, na Região do Waikás, com o fim de cumprir  com suas funções institucionais, para averiguar relatos de eventuais crimes dos quais teriam sido vítimas mulheres e crianças indígenas da localidade, conforme narrado em ofício encaminhado pelo Conselho Distrital de Saúde Indígena.

Após extensas diligências e levantamentos de informações com indígenas da comunidade, não foram encontrados indícios da prática dos crimes de homicídio e estupro ou de óbito por afogamento, conforme narrados na denúncia em epígrafe. As equipes, portanto, ainda estão em diligência em busca de maiores esclarecimentos.

As instituições reafirmam o comprometimento no cumprimento de suas atribuições e ressalta que todas as denúncias recebidas são devidamente apuradas.

Atualização (28/4, às 19h): finalizadas as diligências in loco, as equipes retornaram, ao final da tarde de hoje, à Boa Vista/RR.

Coordenação-Geral de Comunicação Social da Polícia Federal   –   DPF – POLÍCIA FEDERAL   

Relacionadas:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: