Ministério da Justiça deflagra ação para proteger terra indígena no PA

Reserva teria sido invadida para a prática de crimes ambientais

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) informou que deflagrou nesta sexta-feira (15) uma operação para proteger o Território Indígena Xipaia, no município de Altarmia (PA), que foi invadido por criminosos que estariam cometendo crimes ambientais nessa região.

“Recebemos a denúncia na noite de ontem [14] e imediatamente começamos os preparativos ainda de madrugada para o envio das equipes que protegerão essa área em que está a aldeia Karimãa, da etnia Xipaia”, informou o chefe do Serviço de Repressão a Crimes Contra Comunidades Indígenas, Paulo Teixeira, que é delegado da Polícia Federal (PF). A operação conta com o envolvimento de agentes da PF e da Força Nacional de Segurança.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, a cacica Juma Xipaia relatou que uma balsa de garimpo ilegal teria descido o Rio Iriri em direção à reserva. “Guerreiros das outras aldeias estão descendo com o objetivo de tentar um diálogo, para que eles [os invasores] saiam do território, mas nós estamos com medo”, relatou a líder.

O delegado da PF informou que, ao menos até agora, não há relatos de conflitos graves entre índios e forasteiros.

A assessoria da Fundação Nacional do Índio (Funai) informou que sua unidade na região acompanha a situação e que está em permanente contato com as forças de segurança.

O território Xipaia possui cerca de 179 mil hectares de extensão e fica localizado a 400 km da sede do município de Altamira, no sudoeste do Pará. As aldeias localizadas em sua zona de abrangência abrigam cerca de 200 pessoas.

Publicado em 15/04/2022 – 18:15 Por Agência Brasil – Brasília – Edição: Fábio Massalli – AGÊNCIA BRASIL – EBC   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: