De helicóptero, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do Acre avaliam inundação da BR-364 em Rondônia

Com o Acre isolado do resto do país desde a última quinta-feira 24, quando a cheia do Rio Jamari, próximo ao município de Ariquemes (RO), interditou o quilômetro 540 da BR-364, o governador Gladson Cameli enviou neste último final de semana uma equipe composta de profissionais do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil para avaliar a situação da estrada, prestar apoio ao estado vizinho e buscar soluções que levem a minimização dos impactos causados pela enchente.

A cheia do Rio Jamari inundou aproximadamente 300 metros de estrada. Foto: Diego Gurgel/Secom – Postada em: Agência Acre

O helicóptero que fez o transporte da equipe saiu de Rio Branco, na tarde do último sábado, 26, e pode registrar imagens que mostram a real situação da estrada.

“Quando chegamos no trecho interditado, uma equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura e de Transportes (Dnit) estava trabalhando, fazendo o serviço de alteamento da BR-364, com duas frentes de trabalho. Neste domingo a noite, conseguiram liberar parcialmente um dos lados da pista e caminhões puderam fazer a travessia, mas pela manhã precisaram continuar os trabalhos”, explicou o comandante do Corpo de Bombeiros do Acre, Carlos Batista.

A equipe foi de helicóptero ao estado vizinho para avaliação a situação da BR-364. Foto: Diego Gurgel/Secom – Postada em: Agência Acre

Até está segunda-feira 28, a fila de veículos a espera da liberação de passagem se aproximava dos 15 quilômetros. Já do lado de Itapuã do Oeste, alcançava os cinco quilômetros. Os trabalhos seguem sendo realizados pelo Dnit e a previsão é de que a estrada seja liberada para a passagem de veículos durante o período da noite. A normalização total do tráfego só deve acontecer na próxima quarta-feira, 2 de março.

“Oferecemos nosso apoio para o que fosse necessário ao estado vizinho. Vamos continuar monitorando a situação da estrada em contato direto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e com Dnit para estarmos cientes de qualquer eventualidade. No Acre, também estamos monitorando a cheia dos rios e dando suporte aos municípios afetados”, finalizou Batista.

 Lilia Camargo

PUBLICADO POR:   AGÊNCIA ACRE  – Ver repertório fotográfico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: