Deflagrada operação contra madeireiros ilegais que fecharam Transamazônica e agrediram fiscal do Ibama no Pará

A Polícia Federal (PF) está realizando, na manhã desta quarta-feira (26), operação no Pará e na Paraíba para cumprir mandados de prisão temporária e de busca e apreensão contra grupo acusado por desmatamento ilegal, corrupção e fraudes no sistema público de controle do comércio de madeira no estado.

Imagem ilustrativa por Ju On, via unsplash.com – Postada em: MPF.

O grupo também é suspeito de ter emboscado equipes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e da Força Nacional de Segurança em Uruará, em maio de 2020. No ataque, a rodovia Transamazônica foi bloqueada, um fiscal do Ibama foi ferido com uma garrafa de vidro e veículos apreendidos pelos agentes públicos foram levados pelos criminosos.

A operação, batizada de Hardwood, foi autorizada pela Justiça Federal e é apoiada pelo Ministério Público Federal (MPF), que também participa das investigações. Os mandados estão sendo cumpridos em Uruará, Senador José Porfírio, Anapu, Santarém e Mojuí dos Campos, no Pará, e em São Bento, na Paraíba.

O grupo é investigado por associação criminosa, invasão de terras da União, desmatamento ilegal, desobediência a ordem legal de funcionário público, coação no curso do processo e receptação, transporte, industrialização e comercialização de madeira de origem clandestina, crimes para os quais a legislação prevê penas que, se somadas, podem ultrapassar os 15 anos de prisão e multa, punição que pode ser aumentada de acordo com o número de vezes que os crimes foram cometidos, entre outros agravantes.

Ministério Público Federal no Pará  –   MPF
Assessoria de Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: