Laudo da PF aponta contaminação por mercúrio até três vezes maior do que considerado admissível no corpo de moradores do rio Madeira, no Amazonas

Polícia Federal e Ibama realizaram mais uma operação contra o garimpo ilegal na região. Em novembro, garimpeiros invadiram comunidade para exploração de ouro

Com amostras de cabelo dos moradores da região do rio Madeira, no Amazonas, um laudo da Polícia Federal apontou contaminação por mercúrio até três vezes maior do que o limite considerado admissível pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A corporação e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizaram nessa quarta-feira uma nova fase operação Uiara de combate ao garimpo ilegal na região.

De acordo com o parecer da PF, o nível de mercúrio na água é de 15 a 95 vezes maior do que o aceitável para o consumo e uso recreativo. O documento informa também que o metal pesado está concentrando no organismo da comunidade ribeirinha da região por conta do consumo da água e/ou alimentos contaminados pela substância.

Veja o texto na íntegra: O Globo

PUBLICADO POR:  JORNAL DA CIÊNCIA SBPC  

VER MAIS EM:

Laudo da Polícia Federal detecta contaminação por mercúrio na água às margens do Rio Madeira, no Amazonas – PORTAL NORTE DE NOTÍCIAS (portalnortedenoticias.com.br) 

Laudo da PF aponta contaminação por mercúrio até três vezes maior do que considerado admissível no corpo de moradores do rio Madeira, no Amazonas – Jornal O Globo 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: