Barroso dá 5 dias para governo informar situação de indígenas Yanomami

Ministro do STF pede explicações sobre a situação nutricional dos indígenas, além de acesso à água potável e a serviços de saúde

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal. Foto: Fernando Frazão/Arquivo/Agência Brasil – Postada em: Roraima 1

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, determinou nesta quarta-feira (17) que o governo Federal informe, no prazo de cinco dias corridos, a situação nutricional, de acesso à água potável e a serviços de saúde e medicamentos para as crianças e adultos da população indígena Yanomami.

“Adotando todas as providências necessárias a assegurar-lhe condições mínimas em tais âmbitos, bem como à sua segurança, como exaustivamente determinado por este Juízo e previsto no Plano Geral de Enfrentamento à Covid para Povos Indígenas”, disse em despacho.

O ministro quer saber também o nome e cargo das autoridades responsáveis pelas questões indígenas.

A decisão se deu em pedido apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) após reportagem do Fantástico mostrar situação de abandono e negligência federal relacionados ao povo Yanomami. Ontem (16) o senador disse que também vai denunciar Bolsonaro (sem partido) no Tribunal de Haia.

PUBLICADO POR:   RORAIMA 1   

SAIBA MAIS EM:

Barroso dá 5 dias para governo federal esclarecer situação do povo Yanomami (msn.com)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*