IBGE: população de indígenas e quilombolas ultrapassa 2,2 milhões

Áreas quilombolas mais populosas estão no Nordeste

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima em 1.108.970 pessoas residentes em localidades indígenas e pouco mais de 1,133 milhão de quilombos.

Os dados, divulgados nesta sexta-feira (15), estão no relatório Dimensionamento emergencial de população residente em áreas indígenas e quilombolas, estudo emergencial para nortear ações de enfrentamento à pandemia de covid.

A publicação foi produzida em 2020, a pedido do Ministério da Saúde, com o objetivo de planejar a imunização de grupos vulneráveis contra o coronavírus.

Foram utilizados dados do Censo de 2010 e também o mapeamento de áreas realizado pelo IBGE no planejamento do próximo Censo, previsto para o ano que vem, em todo o território nacional.

A analista do Instituto Marta Antunes, responsável pelo Projeto de Povos e Comunidades Tradicionais, destaca que as áreas quilombolas mais populosas estão na região Nordeste.

Já em áreas indígenas, o destaque é a região Norte, com com mais de 560 mil pessoas. No Sudeste, são quase 30 mil.

No estado do Rio de Janeiro, segundo o relatório, há 1.566 pessoas vivendo em áreas indígenas e 14.857 em terras quilombolas

Publicado em 15/10/2021 – 16:44 Por Solimar Luz – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro – Edição: Vitória Elizabeth/ Renata Batista –   RADIOAGÊNCIA NACIONAL    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*