Vice-Presidente visita a Amazônia na companhia de comitiva internacional

Representantes de países conheceram as ações do Governo no desenvolvimento e preservação da região amazônica

Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão durante Visita à Usina Hidrelétrica Belo Monte. – Foto: Bruno Batista/ VPR

Ao longo de três dias, de 8 a 10 de setembro, no estado do Pará, chefiado pelo Vice-Presidente Hamilton Mourão, um grupo de chefes de missões diplomáticas, parlamentares e formadores de opinião percorreu parte da Amazônia brasileira. A visita proporcionou a oportunidade de conhecer a realidade amazônica e as principais ações do Governo Federal para proteger, preservar e desenvolver a região.

Na quarta-feira (8) a comitiva visitou a empresa Vale, na Serra dos Carajás, em Parauapebas. O propósito da visita foi apresentar as atividades de mineração realizadas pela empresa de forma sustentável e que além de gerar emprego e renda, tem proporcionado mudanças positivas na região.

Na quinta-feira (9) a comitiva esteve no município de Altamira visitando as instalações da Usina Hidrelétrica (UHE) Belo Monte onde foram recebidos pela diretoria da Empresa Norte Energia, concessionária do empreendimento.

O objetivo da visita foi apresentar o processo de geração de energia realizado pela maior usina hidrelétrica 100% brasileira, que tem como intenção reduzir o impacto ambiental e também tem modificado a realidade das famílias da localidade, promovendo a melhoria da qualidade de vida e sustentabilidade para a região. Durante o percurso foi realizado um sobrevoo na Volta Grande do Xingu.

Nesta sexta-feira (10), encerrando a viagem à Amazônia Oriental, o Vice-Presidente da República e Presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL), Hamilton Mourão, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e comitiva, visitaram o Instituto Evandro Chagas e o Museu Emílio Goeldi, em Belém. O objetivo deste último dia de agenda foi apresentar políticas públicas e ações federais, em especial nas áreas de pesquisa e inovação, em prol da proteção das comunidades locais, da preservação do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável da região.

No Instituto Evandro Chagas, o grupo esteve na seção de arbovirologia e febres hemorrágicas. Na sequência, os trabalhos da seção de parasitologia e laboratório de toxicologia também foram prestigiados. O Instituto, vinculado ao Ministério da Saúde, trabalha em prol do monitoramento e defesa da saúde da população amazônica.

Na visita ao museu Emílio Goeldi, vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, a comitiva conheceu espécies da fauna e flora amazônica e pesquisas científicas ligadas à biodiversidade da região, possibilitando ampliar os horizontes do conhecimento zoobotânico.

Com informações da Vice-Presidência da República 

PUBLICADO POR:    GOVERNO DO BRASIL 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*