Forças Armadas vão prorrogar permanência na Amazônia Legal

Forças Armadas vão prorrogar permanência na Amazônia Legal

As Forças Armadas vão prorrogar o prazo de permanência na região da Amazônia Legal. Inicialmente, a Operação de Garantia da Lei e da Ordem estava prevista para ocorrer do dia 28 de junho até 31 de agosto, em 26 municípios nos estados de Amazonas, Mato Grosso, Pará e Rondônia.

O anúncio da renovação da operação de “GLO Samaúma” foi feito pelo vice-presidente Hamilton Mourão, durante a 6ª reunião do Conselho Nacional da Amazônia Legal. Mourão avaliou que a presença dos militares é fundamental neste período em que se intensificam os casos de desmatamento e de incêndios florestais.

Na reunião, o presidente do Conselho da Amazônia, Hamilton Mourão, apresentou o Plano Nossa Amazônia, com propostas de ação do governo em cinco eixos considerados prioritários, como o incentivo a inovação tecnológica e a bioeconomia na região; o ordenamento territorial para resolver a questão fundiária; e o combate aos crimes ambientais, com o fortalecimento da estrutura de fiscalização e repressão.

Mourão afirmou que, depois da cúpula do clima organizada pelo presidente dos Estados Unidos Joe Biden, o governo federal liberou mais de R$ 270 milhões para o Ministério do Meio Ambiente. Além desses recursos, Hamilton Mourão informou que o Ibama e o ICMBio devem contratar mais de 700 servidores públicos por meio de concurso.

O Plano Nossa Amazônia será encaminhado aos ministérios que compõem o Conselho Nacional da Amazônia Legal. Nesta reunião, 16 ministérios estavam presentes. As pastas terão 30 dias para analisar as propostas e sugerir mudanças. Depois, o plano vai entrar em vigor.

O próximo compromisso do Conselho da Amazônia será uma viagem com embaixadores para a Amazônia Oriental. A expedição está prevista para ocorrer nos dias 8, 9 e 10 de setembro.

Publicado em 24/08/2021 – 21:32 Por Victor Ribeiro – Repórter da Rádio Nacional – Brasília – Edição: Jacson Segundo / Guilherme Strozi – RADIOAGÊNCIA NACIONAL    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*