No Dia Internacional dos Povos Indígenas, Funai reafirma seu compromisso de levar dignidade às aldeias

Nesta segunda-feira (9) é celebrado o Dia Internacional dos Povos Indígenas. Na data, a Fundação Nacional do Índio (Funai) reafirma o seu compromisso de promover a dignidade das diferentes etnias do país, sempre com respeito à autonomia dos indígenas, valorização da sua cultura e observância dos usos, costumes e tradições.

Em mensagem especial voltada ao Dia Internacional dos Povos Indígenas, o presidente da Funai, Marcelo Xavier, ressaltou o comprometimento da fundação com o protagonismo indígena e destacou avanços e ações importantes nos dois anos de sua gestão, completados no final do mês de julho. “Estamos trabalhando, de forma comprometida, para levar desenvolvimento às comunidades. Nos últimos dois anos, já investimos mais R$ 30 milhões no incentivo a atividades produtivas nas aldeias, que permitem aos indígenas auferir renda e melhorar suas condições de vida”, salientou.

“Para proteger as comunidades durante a pandemia, já investimos quase R$ 50 milhões de reais em ações de combate à covid-19. Destaco aqui a marca de 800 mil cestas básicas entregues a indígenas em todo o país, medida que garante a segurança alimentar e reforça o isolamento social das famílias. São cerca de 19 mil toneladas de alimentos entregues”, acrescentou Xavier, citando também o investimento de mais de R$ 17 milhões em mais de 500 ações de fiscalização em Terras Indígenas de todo o país para coibir ilícitos. “Desse valor, quase R$ 11 milhões foram para ações de proteção em áreas onde vivem indígenas isolados e de recente contato”, frisou.

Instituído em 1994 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o Dia Internacional dos Povos Indígenas é comemorado anualmente, numa referência ao dia da primeira reunião do Grupo de Trabalho das Nações Unidas sobre Populações Indígenas, realizada em Genebra, em 1982. A data nos convida à reflexão sobre a importância sociocultural das comunidades indígenas e sua contribuição para o desenvolvimento sustentável.

Com uma trajetória de mais de cinco décadas, a Funai é responsável pela coordenação e execução da política indigenista do Governo Federal. A fundação está presente em todo o país, por meio de 39 Coordenações Regionais, 240 Coordenações Técnicas Locais e 11 Frentes de Proteção Etnoambiental. Sua missão institucional envolve cerca de 1 milhão de indígenas, que ocupam quase 14% do território nacional. São 305 etnias e 274 línguas.

Os indígenas estão presentes nas cinco regiões do Brasil, em todos os estados da Federação, inclusive no Distrito Federal. Segundo o último Censo Demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, a Região Norte concentra o maior número de indígenas, com cerca de 38% do total da população indígena do país. Nessa Região, o estado com o maior número de indígenas é o Amazonas.

A Região Nordeste possui cerca de 26% da população total indígena no Brasil. O estado da Bahia é o que apresenta a maior concentração de indígenas na Região. O terceiro lugar fica com o Centro-Oeste, com o estado de Mato Grosso do Sul concentrando o maior número de indígena. As regiões com menor número de indígenas são a Sudeste e a Sul, sendo São Paulo e o Rio Grande do Sul os estados com maior número de indígenas em suas Regiões. Saiba mais aqui.

Assessoria de Comunicação / Funai – No Dia Internacional dos Povos Indígenas, Funai reafirma seu compromisso de levar dignidade às aldeias — pt-br (www.gov.br)  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*