Comissão ouve ministro da Secretaria-Geral da Presidência sobre operação contra madeireiros

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados realiza audiência pública na quarta-feira (18), com a presença do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos. Integrantes da comissão vão pedir esclarecimentos ao ministro sobre a reunião do governo, solicitada por ele, quando era ministro da Secretaria de Governo, para discutir a situação dos madeireiros investigados pela Operação Handroanthus, da Polícia Federal. A audiência será realizada no plenário 11, às 9 horas.

Deputado Elias Vaz, que pediu a presença do ministro Ramos na comissão – Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

O deputado Elias Vaz (PSB-GO), que pediu a presença do ministro, disse que o País foi surpreendido em abril deste ano com a notícia de que o superintendente da Polícia Federal no Amazonas, delegado Alexandre Saraiva, foi afastado do cargo depois que apresentou uma notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o então ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, por suposto benefício a madeireiros ilegais na Amazônia. O desdobramento dessa ação levou o STF a abrir inquérito para investigar as ações de Salles.

Elias Vaz acrescentou que, em depoimento à Procuradoria-Geral da República, Salles disse ter promovido uma reunião no mês de março para discutir a maior apreensão de madeira no Brasil após um pedido do ministro Luiz Eduardo Ramos, então no comando da Secretaria de Governo.

Na época, em nota, a Casa Civil afirmou que é papel do ministro “articular audiências com os mais diversos representantes do Poder Executivo federal solicitadas pelos Poderes e também por outras instituições externas ao governo”. “Nesse caso específico, na condição de ministro da Segov, Luiz Eduardo Ramos recebeu pedido de parlamentares de Roraima para expor ao Ministério do Meio Ambiente as demandas do estado relacionadas àquela pasta”, afirma o texto.

Da Redação – RS

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias’.

PUBLICADO POR:    CÂMARA DOS DEPUTADOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*