Cinco áreas do Amazonas são destinadas à concessão florestal

Cinco áreas no estado do Amazonas foram destinadas à concessão florestal numa parceria entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o BNDES. Todo o processo de estruturação deve ser finalizado até 2023.

As áreas a serem concedidas são a Floresta Nacional de Balata-Tufari, com mais de 600 mil hectares; a Floresta Nacional de Quiri, com mais de 800 mil hectares.; a Floresta Nacional de Jatuarana, com mais de 300 mil hectares, a Floresta Nacional de Pau Rosa com mais de 200 mil hectares e a gleba Castanho, com cerca de 120 mil hectares. São esperados R$ 1,7 bilhão em investimentos dos concessionários.

Durante o evento, também foram apresentadas a agenda de Economia Florestal e a Estruturação de Projetos de Concessão Florestal. Para ministra da Agricultura, Tereza Cristina, as concessões tem como última finalidade, cuidar das pessoas da região.

Paulo Carneiro, diretor de Concessão Florestal do Serviço florestal Brasileiro destacou também a expectativa de empregos diretos e indiretos.

Segundo o representante do SFB, a política de concessões de florestas já vinha sendo aplicada, mas ainda não era suficiente para o desenvolvimento de uma economia florestal no Norte. A expectativa agora é de ampliar as áreas de concessões.

Publicado em 16/06/2021 – 13:26 Por Maíra Heinen – Repórter da Rádio Nacional – Brasília – Edição: Nadia Faggiani/Edgard Matsuki – RADIOAGÊNCIA NACIONAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*