Mineradora brasileiro-peruana contamina rios na Terra Indígena Waimiri-Atroari

A Mineração Taboca, controlada pelo grupo peruano Minsur, é a maior produtora de estanho do Brasil.

Rio contaminado na TI Waimiri-Atroari. – Postada em AMAZÔNIA.ORG.BR

Suas operações estão encravadas ao lado da Terra Indígena Waimiri-Atroari, entre o Amazonas e Roraima, área de alta biodiversidade e onde vivem indígenas isolados, considerados mais vulneráveis.

Expedições da Funai e dos indígenas confirmaram o vazamento de rejeitos de seis barragens da Taboca; a água do principal rio usado pelos indígenas está comprometida.

A principal barragem da Taboca em operação tem 53,3 milhões de metros cúbicos de rejeitos, e é 4 vezes maior que a barragem da Vale que se rompeu em Brumadinho.

ÍNTEGRA DA PUBLICAÇÃO DISPONÍVEL EM:  AMAZÔNIA.ORG.BR  

VER MAIS EM:   MONGABAY

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*