Programa vai incentivar adoção e preservação de áreas da Amazônia

Foi lançado nesta terça-feira (9), em cerimônia no Palácio do Planalto, o programa “Adote um Parque”.

O objetivo é monitorar e proteger o maior bioma brasileiro de incêndios e desmatamentos, além de recuperar áreas degradadas. Com R$ 50 por ano, qualquer cidadão ou empresa, nacionais ou estrangeiros, vão poder ajudar na conservação dos parques ambientais da Amazônia Legal.

De acordo com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, 132 unidades de conservação poderão ser adotadas. Juntas correspondem a 63 milhões de hectares, 15% do território da Amazônia. A adoção vai ser por hectare.

A rede de supermercados Carrefour é a primeira empresa a aderir ao programa, com um investimento de cerca de R$ 4 milhões na reserva extrativista do Lago do Cuniã, em Rondônia.

Outras empresas devem ser anunciadas nos próximos dias, somando R$ 14 milhões a serem alocados. De acordo com o governo, o programa tem um potencial de atrair 650 milhões de euros por ano.

Os interessados em contribuir para a preservação da Amazônia Legal vão celebrar um termo de doação com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), e a transferência de recursos vai ser diretamente à administração da área protegida.

Publicado em terça-feira, 9 Fevereiro, 2021 – 20:06 Por Tiago Bittencourt – Brasília – RADIOAGÊNCIA NACIONAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.