Plataforma de tecnologia móvel para refugiados e migrantes venezuelanos é lançada no Brasil

Jovens refugiados e migrantes da Venezuela têm, a partir desta quinta-feira (17),  acesso gratuito a uma ferramenta com conteúdos exclusivos e para se manifestar sobre assuntos que os dizem respeito.

Ferramenta U-Report Uniendo Voces fornece informações e amplifica as vozes de adolescentes e jovens da Venezuela. Mais de 260 mil venezuelanos vivem hoje no Brasil, como refugiados ou residentes. Foto | OIM/ACNUR

A plataforma ‘U-Report Uniendo Voces’ é um ponto de conexão de adolescentes e jovens naquele que é um dos maiores fluxos de deslocamento do mundo: mais de cinco milhões de pessoas deixaram a Venezuela desde o início das crises social e econômica no país vizinho, e mais de 260 mil pediram refúgio ou residência no Brasil.

Através da interação com o chatbot apelidado de “Gigante”, adolescentes e jovens podem acessar conteúdos atualizados sobre direitos e serviços disponíveis para refugiados e migrantes. Eles também podem participar de enquetes – anônimas e voluntárias – cujos resultados ficarão disponíveis publicamente.

A comunicação é feita pelo Whatsapp e Facebook Messenger. Basta iniciar a interação para ter acesso aos conteúdos.

A iniciativa do projeto, que usa o software de código aberto Rapid Pro, é da Plataforma Regional de Coordenação Interagências para Refugiados, Refugiadas e Migrantes da Venezuela (R4V, na sigla em inglês), que une agências das Nações Unidas e organizações da sociedade civil para apoiar os governos da América Latina, incluindo do Brasil, na resposta ao fluxo de deslocamento da Venezuela, o maior da história recente da região.

A implementação do ‘U-Report Uniendo Voces’ no país é coordenada pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a Viração Educomunicação.

Para o representante do ACNUR no Brasil, José Egas, é importante lembrar que o conteúdo da plataforma é feito especialmente para a população venezuelana refugiada e migrante em situação de vulnerabilidade. “Vamos dar acesso a informação de qualidade, de forma simples, em canais utilizados pelos jovens e que demandam pouco uso de dados de internet, sobre temas como regularização e o sistema de asilo, trabalho e acesso a direitos como saúde e educação”.

Já o chefe de missão da OIM no Brasil, Stéphane Rostiaux, afirmou que a ferramenta será importante para todos os parceiros envolvidos na resposta ao fluxo migratório venezuelano. “Os resultados das enquetes e consultas ficarão disponíveis publicamente, para permitir que gestores e organizações de todos os setores foquem e direcionem melhor seus esforços e políticas públicas para essa população”.

No Brasil, a resposta humanitária para refugiados e migrantes venezuelanos é coordenada pelo Governo Federal por meio da Operação Acolhida, com apoio da plataforma R4V – Resposta a Venezuelanos. As atividades dividem-se em três eixos: ordenamento de fronteira, abrigamento e interiorização.

Uma pesquisa realizada em 2019 pelo Grupo de Trabalho de Comunicação com as Comunidades da plataforma R4V revelou que 65% dos refugiados e migrantes da Venezuela no Brasil têm acesso a um celular, e que 80% acessa a Internet por meio de diferentes aparelhos. No entanto, 42% afirmou não se sentir informado sobre seus direitos e os serviços disponíveis – um problema que a nova plataforma, lançada nesta quinta-feira (17), busca resolver.

Serviço

U-Report Uniendo Voces

Canais para interação:

Outros canais:

Quem é Gigante 

Gigante é o simpático robô que conversa com os adolescentes e jovens refugiados e migrantes da Venezuela, que são o público-alvo do ‘U-Report Uniendo Voces’. Os diálogos são em espanhol ou português – de acordo com a preferência do usuário, na hora da interação e do registro.

Tanto o visual quanto o nome de Gigante, assim como o conteúdo da plataforma, foram construídos em consultas com grupos de jovens atendidos pela Operação Acolhida.

Sobre o U-Report 

‘U-Report’ é uma ferramenta criada em 2011 pelo UNICEF para empoderar as comunidades, com foco nos jovens. Ela garante que aqueles que se cadastram tenham acesso à informação, possam falar sobre questões que afetam a si e suas comunidades e participem do desenvolvimento cidadão. Existe uma comunidade de mais de 12 milhões de ‘U-Reporters’ em todo o mundo, com 75 países oferecendo a ferramenta. Já o projeto ‘U-Report Uniendo Voces’ adapta a plataforma existente para o contexto de refugiados e migrantes e está sendo implementada pela plataforma R4V no Brasil, Equador e Bolívia, podendo incluir mais países futuramente. A participação é sempre voluntária, anônima e gratuita.

Sobre o R4V 

A Plataforma R4V – Resposta a Venezuelanos é uma coordenação interagencial do sistema das Nações Unidas e da sociedade civil. A Plataforma R4V é composta por um conjunto de parceiros e tem como objetivo responder ao fluxo de venezuelanos na América Latina e Caribe. No Brasil, a Plataforma R4V é composta por mais de 40 integrantes, entre agências das Nações Unidas e organizações da sociedade civil.

PUBLICADO EM:     ONU – NAÇÕES UNIDAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.