Imazon diz que desmatamento na Amazônia subiu 23% em novembro e bateu recorde mensal dos últimos 10 anos

Monitoramento do instituto aponta perda de 484 km² de floresta, área quase do tamanho de Porto Alegre. Quase a metade do total desmatado atingiu as florestas do Pará (48%)

Amazônia perdeu 484 km² de floresta só no mês passado, de acordo com dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). O número representa um aumento de 23% e é a maior extensão de mata derrubada em um mês de novembro em dez anos, conforme o monitoramento independente do instituto.

A área é quase do tamanho de muitos municípios brasileiros, como Porto Alegre, por exemplo. Se todo o desmatamento fosse reunido em um único trecho, caberia em um retângulo gigante de 48 por 10 quilômetros.

Veja o texto na íntegra: G1

PUBLICADO EM:    JORNAL DA CIÊNCIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*