Em reunião com lideranças Munduruku, presidente da Funai recomenda fim do bloqueio da BR-230

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier, recebeu nesta segunda-feira (05), em Brasília, sete lideranças Munduruku, do Pará. Na ocasião, o presidente recomendou que os indígenas encerrem o bloqueio da BR-230, no sudoeste do estado, e desocupem a estrada.

Presidente Marcelo Xavier e lideranças Munduruku. Foto: Débora Schuch/Funai

Xavier também advertiu os indígenas para que evitem embates com as forças policiais e com os caminhoneiros que precisam transitar pela via. “Já há decisão judicial determinando a desobstrução da BR-230, o que deve ser cumprido o quanto antes. O bloqueio da rodovia é prejudicial a todos. Ainda que relevante, o protesto não pode cercear o direito e ir e vir de outros cidadãos”, pontou o presidente.

Durante o encontro, o grupo também ressaltou o interesse da etnia em participar ativamente das discussões sobre o Projeto de Lei (PL) n° 191/2020, que autoriza e define critérios para a atividade de mineração em Terras Indígenas. O PL aguarda a análise do Congresso Nacional.

“É muito importante a nossa presença, precisamos ser ouvidos no processo. Queremos participar, dar a nossa colaboração e mostrar o jeito que queremos trabalhar dentro do nosso território”, destacou o líder indígena Josias Muduruku.

Estiveram presentes também os caciques Dionísio Crixi e Carlos Dacé, além das lideranças João Akay, Francinildo Cosme Kaba, Ronildo Kirixi e Jacirema Munduruku. Pela Funai, além do presidente Marcelo Xavier, participaram da reunião o ouvidor, Antônio Edgard Santos de Jesus, e o assessor de Acompanhamento a Estudos e Pesquisas, Claudio Badaró.

Assessoria de Comunicação / Funai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.