MPF abre procedimento para acompanhar atuação das instituições no combate a queimadas no Pará

Foram solicitadas informações ao Ibama, ICMBio e ao Ministério do Meio Ambiente sobre providências tomadas

#pracegover #pratodosverem Arte retangular com o desenho de uma árvore branca sobre fundo verde claro
Arte: Secom/MPF

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento para acompanhar a atuação das instituições no combate a queimadas ocorridas este ano no Pará. Em despacho, a instituição destacou que “é fato público notório, respaldado por inúmeras informações e relatórios produzidos por entidades com reconhecida expertise no tema, que, no ano de 2020, houve um crescimento do número de queimadas em regiões como o Pantanal e a Amazônia, quadro que exige resposta firme do Estado brasileiro”.

Ofícios foram enviados ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e ao Ministério do Meio Ambiente solicitando informações sobre como as instituições têm agido para debelar o quadro de queimadas no estado do Pará no ano de 2020, quais ações foram realizadas, se há novas ações planejadas, qual é o quadro de pessoal empregado e quais são os recursos destinados às ações.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) também foi contatado para que compartilhe dados colhidos sobre o tema no ano de 2020, especialmente em relação a áreas de domínio federal, como terras indígenas e unidades de conservação.

Íntegra do despacho

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação
(91) 3299-0148 / 3299-0212
(91) 98403-9943 / 98402-2708
saj.mpf.mp.br
mpf.mp.br/pa
twitter.com/MPF_PA
facebook.com/MPFederal
instagram.com/mpf_oficial
youtube.com/canalmpf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.