Governo federal publica edital para concessão de floresta no Amapá

Uma área de 265 mil hectares dentro da Floresta Nacional do Amapá será concedida a empresas privadas para o manejo florestal.

O edital de licitação foi publicado nesta quarta-feira (16) pelo governo federal. A área fica nos municípios de Pracuúba, Ferreira Gomes e Amapá, que tem o mesmo nome do estado.

A Flona Amapá tem um total de 459 mil hectares, e a área em oferta equivale a 57% da floresta.

A estimativa de arrecadação anual com o manejo florestal é de R$ 2,8 milhões. Esse valor será dividido entre a União, o Estado e os municípios onde a floresta nacional está localizada.

De acordo com o Serviço Florestal Brasileiro, entre os benefícios sociais e ambientais da concessão estão: a manutenção da cobertura florestal e dos serviços prestados; a geração de empregos e renda na região; investimento em infraestrutura e serviços para a comunidade.

O diretor de Concessão e Monitoramento do órgão, Paulo Henrique Carneiro, afirma que o edital buscou permitir que empresas locais tenham capacidade de participar da licitação, além de dar garantias para a população desses municípios.

Está prevista a criação de uma Unidade de Manejo Florestal de tamanho reduzido, com 40 mil hectares, para favorecer a participação de empresas menores por meio da associação.

Antes da publicação do edital, quatro audiências públicas foram realizadas para ouvir a população.

Porém, Décio Yokota do Instituto de Pesquisa e Formação Indígena (Iepe) destaca que as comunidades estão temerosas com a concessão, inclusive com a falta de estrutura dos órgãos ambientais para fiscalizar a área, que é duas vezes o tamanho da cidade do Rio de Janeiro.

O diretor de Concessão e Monitoramento do Serviço Florestal Brasileiro afirma que é possível identificar a relação entre o incentivo ao manejo florestal por meio de concessão e a queda do desmatamento.

Agora, empresas, associações de comunidades e cooperativas interessadas em se tornarem concessionárias devem se habilitar para concorrer.

A sessão de abertura dos envelopes dos documentos de habilitação acontecerá no dia 12 de novembro.

Entre outras exigências, os licitantes devem provar que não foram condenados por crimes ambientais, tributários e previdenciários, e que têm situação tributária e trabalhista regular.

O Brasil tem 18 contratos de concessão em seis florestas nacionais, nos estados de Rondônia e do Pará.

A Flona do Amapá é a primeira concessão federal no estado.

Publicado em quarta-feira, 16 Setembro, 2020 – 19:53 Por Renata Martins – Brasília – Edição: Ana Pimenta – FONTE: RADIOAGÊNCIA NACIONAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.