No Amazonas, Funai compra produção de castanha do povo Hiskaryana para outras etnias

A Fundação Nacional do Índio (Funai) comprou 32 toneladas de castanha in natura do povo Hiskaryana, que vive na divisa do Amazonas com o Pará.

manaus cp ed
(foto: CR Manaus/Funai)

Com vigência até janeiro de 2021, a aquisição possui caráter emergencial em vista da pandemia do coronavírus. Os produtores de castanha da etnia Hiskaryana irão receber cerca de R$ 128 mil pela produção.

Por meio da aquisição da castanha, a Funai visa fortalecer a segurança alimentar de outras etnias sob a jurisdição da Coordenação Regional de Manaus, unidade descentralizada que realiza o atendimento às aldeias Hixkaryana. No estado do Amazonas, as seis coordenações regionais da fundação entregaram 63,8 mil cestas básicas nas aldeias, beneficiando 52.800 famílias  indígenas.

manaus a ed

Nos nove estados da Amazônia Legal, a Funai já distribuiu 117,6 mil cestas de alimentos e 29,6 mil kits de higiene e limpeza às comunidades indígenas, conforme balanço semanal divulgado na última terça-feira (18).

Em todo o país, a Funai atingiu o número de 403,4 mil cestas de alimentos distribuídas. Deste total, 286 mil cestas foram adquiridas com recursos do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH).

A Funai já havia comprado, com recursos próprios, outras 63,1 mil cestas básicas. Parceiros não-governamentais e iniciativa privada doaram mais 40 mil cestas.

A fundação também distribuiu cerca de 63 mil kit’s de higiene e limpeza nas comunidades indígenas. Até o momento, os recursos investidos nas ações de proteção à população indígena chegam a R$ 26 milhões.

Assessoria de Comunicação / Funai – com informações da CR Manaus  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.