CDR Pará é apresentado no Fórum Fiespa

A reunião contou com reitores de universidades públicas e privadas e representantes de instituições de ciência e tecnologia. O Fórum Fiespa foi presidido pelo Reitor da UFPA, Professor Emmanuel Tourinho.

Representantes do Fórum de Instituições de Educação Superior e Pesquisa do Pará (Fiespa) receberam, nesta quarta-feira, dia 29 de julho de 2020, o Coordenador do Centro de Desenvolvimento Regional – CDR Pará e Diretor-Presidente da Associação BioTec-Amazônia, Professor José Seixas Lourenço. O objetivo da reunião, realizada nas formas virtual e presencial, foi apresentar o CDR Pará e os projetos voltados para a área de bioeconomia.

Também na ocasião foi apresentada a mobilização que a BioTec-Amazônia está realizando junto aos pesquisadores, grupos de pesquisa, empreendedores, profissionais e demais entidades interessadas, atuantes na área da bioeconomia, para, até o dia 14 de agosto de 2020, apresentarem propostas para a composição de uma carteira de projetos, conforme critérios e diretrizes que foram elaborados, para que seus resultados sejam aplicados em favor da sociedade.

O Fórum Fiespa foi presidido pelo reitor da Universidade Federal do Pará – UFPA, Professor Emmanuel Tourinho, onde na oportunidade saudou o grupo da BioTec – Amazônia e todos os membros do Fórum. “Aqui vamos ouvir o grupo CDR. É uma iniciativa que já vem sendo dialogada com grupos locais e tem à frente a BioTec como um dos braços de trabalho dessa iniciativa”. A apresentação do CDR Pará foi a primeira pauta da reunião ordinária do Fórum Fiespa.

Estiveram presentes os titulares da Universidade do Estado do Pará – UEPA, Professor Rubens Cardoso; Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA, Professor Marcel Botelho; Universidade Federal do Oeste do Pará – UFOPA, Professor Hugo Diniz; Universidade da Amazônia, Professora Betânia Fidalgo; o Pró-Reitor do Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa), Professor João Paulo do Valle Mendes; o vice-coordenador do Fórum Fiespa, Professor Sérgio Mendes; o Chefe Geral da Embrapa Amazônia Oriental, Adriano Venturieri; a Vice-Reitora da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Idelma Santiago Da Silva; e os representantes do Museu Paraense Emílio Goeldi, Amilcar Carvalho Mendes e a Pró- reitora de pesquisa, pós-graduação e inovação tecnológica da Universidade Federal do Oeste do Pará, Lenise Vargas Flôres da Silva.

Pautas – Na primeira pauta do Fórum, em que ocorreu a apresentação do CDR Pará, realizada pelo Professor Seixas Lourenço, foi compartilhada uma saudação aos reitores e representantes de entidades institucionais de ensino e pesquisa, além da apresentação da equipe que está à frente do CDR Pará. “Essa experiência do CDR surgiu lá atrás quando o Paulo Barone, foi então Secretário de Ensino Superior, Sesu, do Ministério da Educação, teve essa ideia de criar um mecanismo chamado Centro de Desenvolvimento Regional, uma maneira de envolver o setor acadêmico, as ICTs, universidade e institutos de pesquisa com a questão do desenvolvimento local, envolvimento dos diferentes atores, federais, estaduais e principalmente municipais”.

O coordenador do CDR Pará lembrou a grande adesão que teve a reunião de sensibilização preliminar visando dar conhecimento da abordagem do Centro de Desenvolvimento Regional aos atores sociais locais do Estado do Pará e que ocorreu no dia 09 de março de 2020 na sede da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia – SUDAM. A reunião foi articulada pelo Senador Zequinha Marinho em conjunto com o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos – CGEE. “Com a grande adesão obtida na reunião de sensibilização, o CGEE lançou o chamamento público para que uma instituição se ofereça para fazer essa articulação desses diferentes atores e nós apresentamos uma proposta, que foi aceita”, destacou Seixas Lourenço.

A Associação BioTec-Amazônia apresentou sua manifestação de interesse e todas as suas credenciais que a levaram a ser selecionada para a implementação de Centro de Desenvolvimento Regional – CDR no Estado do Pará sendo a vencedora da chamada pública, com a finalidade da implementação de Centro de Desenvolvimento Regional – CDR no Estado do Pará. Trata-se do primeiro projeto-piloto CDR na Região Amazônica e que se predispõe a apoiar a organização de uma agenda de ações das instituições de base técnico-científica, no sentido de atender ao interesse do desenvolvimento de suas regiões.

Assim como ocorreu a reunião de sensibilização, o coordenador do CDR lembrou que após a seleção da BioTec, ocorreu a 1ª Oficina de Implementação do Centro de Desenvolvimento Regional/ Pará Região Metropolitana de Belém (RMB) no dia 7 de julho de 2020, no Auditório da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (FAEPA). “A programação contou com a participação da equipe CDR Pará, de membros do CGEE, com apresentações virtuais, e de representantes de instituições de ensino superior e institutos de pesquisa, dos Governos Federal, Estadual e municipal e de Federações empresariais. Foram várias possibilidades e com projetos desenvolvidos para regiões do Pará como o Marajó e o Oeste do Pará”, explicou Professor Lourenço.

Silvia Leão  

Comunicação BioTec-Amazônia.

E-mail: silviadesouzaleao@biotecamazonia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.