Aldeias do DSEI Alto Rio Solimões são equipadas com embarcações para transporte de pacientes

Um barco para cada aldeia ribeirinha transportar os pacientes até o Sistema Único de Saúde (SUS) é uma meta a ser concluída, neste mês de julho, pelo Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena (DSEI) Alto Rio Solimões.

FOTO: SESAI

O Distrito entrega as últimas 40 voadeiras – embarcações fluviais, de um total de 240 transportes, para as comunidades indígenas das margens dos rios Camatiã, Jacurapá, Jandiatuba e Solimões, no Estado do Amazonas. O objetivo é transportar os pacientes até os Polos Bases do DSEI, que são a primeira referência em atendimento de saúde para as aldeias.

FOTO: SESAI

As voadeiras têm capacidade para transportar 7 pessoas e ficam sob a responsabilidade dos Agentes de Saúde Indígena (AIS) que são moradores permanentes das aldeias. As embarcações foram entregues com motores de popa 15 HP, coletes salva-vidas, remos e refletor de luz.

FOTO: SESAI

“Estas embarcações são de fundamental importância para a nossa região cujo acesso é 95% fluvial. As embarcações serão utilizadas no transporte de pacientes e no enfrentamento da COVID-19”, explica o coordenador do DSEI Alto Rio Solimões, Weydson Pereira.

Até o momento, duzentas comunidades atendidas pelo DSEI já foram beneficiadas com o transporte nos municípios de Amaturá, Benjamin Constant, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, Tabatinga e Tonantins (AM).

O transporte possibilita a remoção com urgência de pacientes até os Polos Bases. De lá, eles são transportados de ambulanchas – ambulâncias fluviais – equipadas com macas, cilindros de oxigênio e sistema de rádio até os portos das cidades com rede hospitalar. São 10 Polos Bases no DSEI e todos estão equipados com uma ambulancha.

Os transportes foram adquiridos pelo Distrito com recurso da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), do Ministério da Saúde.

NUCOM/SESAI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.