Ibama realiza operação para combater ilegalidades ambientais em Terras Indígenas no Pará

Belém – Operação realizada pelo Ibama contra o desmatamento, garimpos e invasão nas Terras Indígenas (TIs) Trincheira Bacajá, Ituna/Itatá, Arara e Cachoeira Seca, no sul do Pará, resultou no embargo de mais de 2,5 mil hectares.

Ibama realiza operação para combater ilegalidades ambientais em Terras Indígenas no Pará

Ibama realiza operação para combater ilegalidades ambientais em Terras Indígenas no Pará

Ao desencorajar a permanência de invasores no local, agentes ambientais resguardam indígenas do contato com possíveis portadores do novo coronavírus.

Foram apreendidos na operação, iniciada em abril e finalizada na última semana, cerca de 1.200 m³ de madeira, três pás carregadeiras, uma escavadeira hidráulica, três tratores, 21 caminhões, quatro motos, uma motobomba de garimpo, 25 motosserras e 27 armas de fogo, além de munições de diversos calibres.

O valor total estimado dos bens apreendidos passa dos R$ 3 milhões e as multas aplicadas ultrapassam os R$ 16 milhões.

A operação, prevista no Plano Nacional Anual de Proteção Ambiental (Pnapa) 2020, foi realizada pelo Grupo de Controle de Desmatamento da Amazônia (GCDA) do Ibama. A ação contou com o apoio da Funai e da Força Nacional de Segurança Pública.

Assessoria de Comunicação do Ibama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.