Funai atua em operação de desmonte de garimpo ilegal no MT

A Fundação Nacional do Índio (Funai), por meio da Coordenação Regional Cuiabá, participou de uma operação de desmonte de garimpo ilegal dentro da Terra Indígena Sararé, localizada no município de Pontes e Lacerda, a 450 quilômetros da capital do Mato Grosso.

garimpo cp ed
A ação foi realizada no âmbito da Operação Verde Brasil 2 (foto: divulgação Ministério da Defesa)

A Fundação Nacional do Índio (Funai), por meio da Coordenação Regional Cuiabá, participou de uma operação de desmonte de garimpo ilegal dentro da Terra Indígena Sararé, localizada no município de Pontes e Lacerda, a 450 quilômetros da capital do Mato Grosso. Realizada no âmbito da Operação Verde Brasil 2, a ação mobilizou 250 militares, 20 policiais federais e representantes da Funai, Força Nacional e Ibama.

Com o apoio de 25 viaturas, nove embarcações e dois helicópteros os agentes de segurança retiraram cerca de 50 garimpeiros que atuavam ilegalmente na Terra Indígena. A operação cumpriu seis mandados de prisão e sete buscas e apreensões. Os envolvidos foram conduzidos para o município de Pontes e Lacerda para autuação. No local de exploração do garimpo foi constatada a existência de danos ambientais ao rio e à vegetação ciliar. Foram apreendidos ou inutilizados motores de dragagem, dez dragas, geradores e motores de embarcação.

“Ações de monitoramento e fiscalização também fazem parte da competência institucional da Funai. A cooperação com outros órgãos, como os de segurança pública e as Forças Armadas, é fundamental para a agilidade e eficiência no combate à ilegalidade dentro das Terras Indígenas. Muitas das vezes se faz necessária uma logística na qual só a atuação conjunta garante o êxito na proteção daqueles territórios”, avalia o presidente da Funai, Marcelo Xavier.

Com extensão de 67.419 hectares, a Terra Indígena Sararé abriga o povo Nambikwara Katitaurlu, cuja população é de 97 pessoas. O território está localizado nos municípios de Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade, estado do Mato Grosso.

Assessoria de Comunicação – Funai
com informações do Ministério da Defesa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.