RO – Resex conta com Plano para turismo comunitário

São várias as atrações contempladas no Plano para que comunitários da Resex Lago Cuniã desenvolvam o Turismo de Base Comunitária (TBC).

entrega do plano pelo IRTUR

Os comunitários da Reserva Extrativista (Resex) Lago Cuniã, em Rondônia, contam agora com mais uma forma de renda. Eles poderão desenvolver o Turismo de Base Comunitária (TBC) na Unidade de Conservação federal (UC).

Entre as atrações contempladas pelo TBC estão a observação de fauna e flora, culturas regionais (festas religiosas), culinária regional, extrativismo do açaí e castanha do brasil, além dos passeios em trilhas, igarapés, igapós e lagos da região. Também terá venda de artesanato, como óleos vegetais e produtos da culinária local. Aproximadamente, são 90 famílias contempladas e 400 moradores na UC.

As diretrizes definidoras do TBC estão descritas no Plano de Desenvolvimento Sustentável do Turismo de Base Comunitária da Reserva Extrativista Lago Cuniã que, desde 2013, vem sendo elaborado e foi finalizado no mês passado.

Segundo o chefe da unidade, Cristiano Andrey Souza do Vale, o Plano é um documento norteador para o desenvolvimento da atividade turística na UC. “Ele foi construído de forma participativa, trazendo em sua concepção todos os anseios e ações em consonância com as normativas vigentes e atividades possíveis de serem desenvolvidas na Resex Lago do Cuniã”, ressalta.

O documento foi elaborado em parceria entre Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto Rondoniense de Turismo e a Associação Comunitária (ASMOCUN), financiado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Porto Velho/RO por meio de conversão de multa. Todo o processo de desenvolvimento do documento ocorreu de forma participativa com inúmeras reuniões e oficinas. O Plano está alinhado com os objetivos da unidade de conservação.

A Resex Lago do Cuniã possui, atualmente, 75.876,67 hectares. Sua renda é proveniente do extrativismo (açaí, castanha do Brasil, óleos vegetais), da pesca comercial e de subsistência (peixes em geral e do pirarucu), do manejo de jacarés e, recentemente, da comercialização de polpas e açaí pela cooperativa de moradores local (COOPCUNIA). A UC possui todas as ferramentas de gestão, como plano de manejo, plano de manejo dos crocodilianos, Conselho Deliberativo e Acordo de Gestão.

Conheça aqui o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Turismo de Base Comunitária da Reserva Extrativista Lago Cuniã.

Comunicação ICMBio
(61) 2028 9280

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.