Nota de pesar: Falecimento de liderança indígena com coronavírus no Amazonas

A liderança indígena tinha 67 anos e havia testado positivo para o novo coronavírus, em teste rápido. A informação foi dada pelo Ministério da Saúde, que aguarda a contraprova através de teste laboratorial.

Nota-de-Pesar-Funai

Em nome de seu presidente, Marcelo Xavier, a Funai vem a público informar, com imenso pesar, o falecimento do Tuxaua da Aldeia São Benedito, na terra indígena Andirá/Maraú em Maués-AM. A liderança indígena tinha 67 anos e havia testado positivo para o novo coronavírus, em teste rápido. A informação foi dada pelo Ministério da Saúde, que aguarda a contraprova através de teste laboratorial.

O Tuxaua estava hospitalizado desde o dia 13 de abril, após ter os primeiros sintomas detectados pela Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena do DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena) Parintins, que removeu o indígena imediatamente para o hospital.

Segundo a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), Tuxaua havia recebido a visita, há poucos dias, de um filho que reside em Salvador (BA), o qual apresentava tosse quando chegou na aldeia. Ainda de acordo com a Sesai, todos os contatos do Tuxaua estão em isolamento domiciliar e sendo monitorados permanentemente por uma equipe exclusiva.

A Funai lamenta profundamente a morte da liderança e reforça a importância de não se quebrar a regra do isolamento social nesse momento. Esta Fundação, defensora dos povos tradicionais, continua realizando ampla e maciça divulgação junto às comunidades indígenas para não saírem das aldeias e evitarem receber visitas durante a pandemia de Covid-19. É fundamental a conscientização e responsabilidade de todos para juntos vencermos o coronavírus.

Assessoria de Comunicação da Funai – Publicado em 17 Abril 2020 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.