Governo do Brasil intensifica atendimento a indígenas

Diversas ações para o enfrentamento ao coronavírus em Roraima e Amazonas foram ajustadas em encontro com governadores

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, o governo brasileiro intensificou a ampliação da assistência de saúde aos indígenas de todo o Brasil. A Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, representando o Presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhada do Secretário Especial de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva, e do Presidente da FUNAI, Marcelo Augusto Xavier da Silva, esteve neste domingo (12/04) em Boa Vista-RR e Manaus-AM.

A comitiva se encontrou com os governadores dos dois estados e seus secretários de saúde para discutir formas de ampliar o atendimento e a prevenção do coronavírus em povos indígenas. Também visitou a Sede da Operação Acolhida em Boa Vista-RR, responsável por apoiar pessoas em estado de vulnerabilidade decorrentes do movimento migratório de venezuelanos e que, nesse momento, também está estendendo seu apoio a brasileiros em decorrência dos casos de COVID-19.

Os pontos discutidos durante os encontros com os governadores e secretários estaduais de saúde, incluíram: qualidade do atendimento e a distribuição de Equipamentos de Proteção Individual a profissionais de saúde; antecipação da vacinação dos povos indígenas, programada para iniciar em 16 de abril; atendimento aos indígenas que se encontram em áreas urbanas; ampliação dos repasses de recursos do governo federal para os estados e municípios para incrementar os atendimentos.

A comitiva também informou que mais recursos serão destinados à melhoria da qualidade do atendimento nas Casas de Saúde do Índio (CASAI) e para aumento dos leitos para média e alta complexidade disponíveis para indígenas. Também foram abordadas questões relativas ao sepultamento de vítimas da COVID-19, recebimento de benefícios sociais, segurança e vigilância alimentar.

Hospitais de Campanha

A Ministra Damares, o presidente da Funai, Marcelo Augusto Xavier, e o Secretário Especial de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva, também trataram sobre dois hospitais de campanha, um em Boa Vista, com apoio das tropas envolvidas na Operação Acolhida, e outro em Manaus. Os hospitais servirão como apoio à rede hospitalar permanente dos dois estados e funcionarão com leitos para internação de pacientes da COVID-19.

“O objetivo do Governo do Brasil é levar o melhor atendimento em menor espaço de tempo possível para todos os indígenas de nosso país. Para isso, não estamos medindo esforços para proteger os povos indígenas brasileiros”, finalizou o secretário Robson Santos da Silva.

Saiba mais sobre coronavírus acessando nossa página especial

Para saber mais informações sobre saúde indígena, acesse a página da SESAI

Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 2351 / 2745

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.