Exército atende pedido do Governo do Amapá e montará hospitais de campanha

Anúncio foi feito pelo general Adilson Quint, a mais alta autoridade militar em território amapaense, por comandar a 22ª Brigada de Infantaria de Selva.

Os “Hospitais de Campanha” serão 02 em Macapá, 01 em Laranjal do Jari e 01 no Oiapoque | Foto: Arquivo

O comandante da 22ª Brigada de Infantaria de Selva, general-de-brigada Adilson Giovani Quint, confirmou que o Exército Brasileiro (EB) vai montar hospitais de campanha para o atendimento de vítimas da pandemia do Coronavírus no Amapá. Ele esteve reunido com o vice-governador, Jaime Nunes, e com o secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado, coronel Carlos Correa.

Durante o encontro, foram definidos objetivos e ações conjuntas, que serão realizadas para combater a propagação de COVID-19 no Amapá. A 22ª Brigada de Infantaria de Selva apoiará o Governo do Amapá com as seguintes ações:

– Montagem de “Hospitais de Campanha” aproveitando a estrutura de 4 ginásios existentes, sendo 2 em Macapá, 1 em Laranjal do Jari e 1 no Oiapoque. O Governo Estadual fornecerá todo o material necessário para a montagem, visando aumentar o número de leitos disponíveis. Em um desses hospitais, a 22ª Brigada apoiará com uma equipe na triagem dos pacientes com suspeita de estarem contaminados por coronavírus;
– Organização e distribuição de mais de 20 mil cestas básicas em Escolas Estaduais/ Municipais. A relação dos beneficiários, o dia, a hora e o local de recebimento estão sendo providenciados pelo Governo Estadual;
– Contribuirá como os órgãos de Segurança Pública no patrulhamento e conscientização da população em relação às medidas preventivas para mitigar a propagação de COVID-19;
– Organizará ações cívico sociais, controladas, evitando aglomerações, com foco na distribuição de material doado por empresários, associações comerciais, entidades carentes, instituições filantrópicas e religiosas;
– Realizará a desinfecção (lavagem externa) de 4 unidades de saúde – UBS Lélio Silva e Marcelo Cândia e Hospitais (HE e HCAL);
– Realizará patrulhas fluviais no rio Oiapoque (fronteira com a Guiana Francesa e com o Suriname) para impedir o acesso de pessoas não autorizadas, de acordo com a Portaria nº 125, da Presidência da República/Casa Civil, de 19 março de 2020 e Portaria nº 1.232, do Ministério da Defesa, de 18 de março de 2020, em apoio a ANVISA e a Polícia Federal;
– Apoio a quatro locais de acolhimento de idosos, implementando ações de atendimento médicos e distribuição de itens de primeira necessidade disponibilizados pelo Governo do Estado.

Estão sendo capacitados 21 militares da área de saúde, na Agência de Vigilância Sanitária do Estado do Amapá, para atuarem na coleta e execução de testes rápidos em parceria com os agentes de saúde.

Por Cleber Barbosa

PUBLICADO EM: DIARIO_AMAPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.