Encontro regional fomenta agricultura familiar e amplia negócios no Amazonas

Na manhã de 17 de março, o Comando da 12ª Região Militar realizou o 2° Simpósio Regional de Agricultura Familiar. O evento começou às 8h, com uma palestra sobre as maneiras de aquisição de produtos da agricultura familiar.

Crédito: Ten Jefferson

Manaus (AM) –  Ainda pela manhã, houve palestras com representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), do Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Amazonas (OCB/AM), da Secretaria de Produção Rural do Estado do Amazonas e do Projeto Gosto da Amazônia.

A Cooperativa dos Fruticulturores Agricultores do Município de Manacapuru (Coopfamma) montou uma estrutura para apresentar os mais de 28 produtos do seu catálogo de distribuição.

Segundo Nubia Neves dos Santos, 50, presidente da cooperativa, o evento ajuda na divulgação e ampliação dos negócios da entidade, composta atualmente por 96 agricultores. “Hoje, a gente fornece repolho, maracujá e coco para o Exército e esperamos aumentar as vendas com esse evento”, comentou.

A Coopfamma atende os refeitórios da 12ª Região Militar, do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) e o 4° Batalhão de Aviação do Exército (4° BAvEx).

Os produtos da agricultura familiar também ajudam a ganhar prêmios. É o caso de Carlen Vicente Leal, 30, merendeira da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) há quatro anos. Usando ingredientes regionais produzidos de forma sustentáve,l como sementes de abóbora, ovo, cheiro verde, cebola e filé de pirarucu, a merendeira venceu o concurso de receita realizado pelo Programa de Alimentação Escolar do Estado do Amazonas, em outubro do ano passado. Com essa vitória, sua receita entrou para a dieta oficial das escolas estaduais do Amazonas.

O simpósio contou com a participação do Comandante da 12ª Região Militar, General de Divisão Eduardo Pazuello, e do General de Divisão R/1 Ubiratan Poty.

Um dos coordenadores do evento, o Tenente-Coronel Fúlvio Augusto Nascimento acredita que o simpósio ajuda a alargar o mercado para os produtores da agricultura familiar do Estado do Amazonas, tanto para os órgãos públicos quanto para as pessoas físicas preocupadas em ter uma dieta de frutas e legumes livres de agrotóxicos e com um baixo custo.

Fonte: CMA/12ª RM   –   

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.