O “maior desmatador do Brasil” possui 120 madeireiras na região Norte

Preso pela PF na Operação Deforest, Chaules Volban Pozzebon coleciona acusações de crimes ambientais num dos estados mais desmatados do País.

Extorsões, ameaças e lavagem de dinheiro são apenas alguns dos crimes listados na denúncia oferecida pelo Ministério Público (MP) a partir da Operação Deforest, da Polícia Federal (PF), contra o empresário Chaules Volban Pozzebon, preso preventivamente no mês passado.

Chaules é acusado de liderar uma organização criminosa na região de Cujubim, em Rondônia. Segundo a investigação, ele é proprietário de 120 madeireiras espalhadas pela região Norte – que estão em seu nome ou de laranjas – e, por isso, tem sido chamado por seus denunciantes de “o maior desmatador do Brasil”.

VER CONTEÚDO COMPLETO EM:

https://www.cartacapital.com.br/sociedade/o-maior-desmatador-do-brasil-possui-120-madeireiras-na-regiao-norte/ 

https://www.business-humanrights.org/en/node/199419

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-publica/2019/11/25/o-maior-desmatador-do-brasil-possui-120-madeireiras-em-rondonia-chaules-volban-pozzebon.htm 

https://apublica.org/2019/11/o-maior-desmatador-do-brasil-possui-120-madeireiras-na-regiao-norte/ 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.