MPF em Juína e Polícia Federal deflagram Operação Trypes em Mato Grosso

Objetivo da operação é desarticular organização criminosa que atuava na extração e comercialização ilegal de ouro da Amazônia Legal

Arte traz a foto de umas peneira usada para garimpo de ouro e em destaque o  nome da Operação Trypes
Arte traz a foto de umas peneira usada para garimpo de ouro e em destaque o nome da Operação Trypes

O Ministério Público Federal em Juína e a Polícia Federal em Mato Grosso deflagraram nesta quinta-feira (26) a Operação Trypes. O objetivo foi desarticular uma organização criminosa que atuava extraindo e comercializando, ilegalmente, ouro da Amazônia Legal. A deflagração da operação se deu a partir de um esforço conjunto das entidades.

As investigações estão sendo realizadas tanto na esfera cível quanto criminal. O MPF em Juína apura, na esfera cível, a questão dos danos ambientais. Já foram realizadas reuniões com a Agência Nacional de Mineração (ANM), com o Governo do Estado de Mato Grosso e também com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A questão criminal está sob sigilo.

Os levantamentos realizados apontam que a comercialização ocorria por meio de um articulado esquema de lavagem de dinheiro, envolvendo emissão de documentos falsos e uso de contas bancárias abertas para esta específica finalidade criminosa.

O deferimento das medidas cautelares se deu a partir da Vara Federal de Lavagem e Organizações Criminosas em Cuiabá, em razão de indícios de organização criminosa na extração de minérios, bens da União.

A partir do material apreendido, o MPF em Juína poderá ingressar com ações penais, tanto cíveis quanto criminais.

O nome da operação deriva da palavra grega “trypes” que significa “buracos”. Esta é uma alusão à situação em que ficou a região após a ação dos criminosos.

Com informações da Assessoria da Polícia Federal

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal
Procuradoria da República em Mato Grosso
www.mpf.mp.br/mt
prmt-ascom@mpf.mp.br
(65) 3612-5083

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.