O DNA da Floresta

Alunos de ensino médio de escolas estaduais vão ter uma imersão na engenharia genética durante a Feira Estadual de Ciência e Tecnologia do Governo do Estado do Pará.       

A Organização Social BioTec-Amazônia vai levar o mundo da engenharia genética moderna para uma plateia de alunos de escolas estaduais, durante a 10ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (FECTI) que acontece na Estação das Docas, nos dias 23, 24 e 25 de outubro.    

O DNA, ou ADN em português, é a sigla para o ácido desoxirribonucléico, que é um composto orgânico cujas moléculas contêm as instruções genéticas que coordenam o desenvolvimento e funcionamento de todos os seres vivos e de alguns vírus. Em linhas gerais, é o responsável por todas as características de um indivíduo.

O Diretor Técnico-Científico da BioTec-Amazônia, Artur Silva, Doutor em Ciências Biológicas, Genética e Biologia Molecular pela Universidade Federal do Pará (UFPA), responsável por essa atividade da Organização Social BioTec-Amazônia na FECTI, vai realizar a palestra “O DNA da floresta”, na programação que conta também com mesas redondas e oficinas.

O diálogo, com aproximadamente 50 alunos, entre 14 e 17 anos, foi pensado como uma forma de desenvolver o interesse desses adolescentes nessa área tão especifica das Ciências Biológicas. “A ideia é falar do tamanho da floresta, a importância para o Brasil e para o mundo, o quanto perdemos dessa área da floresta desde o descobrimento do Brasil e o que isso significa”, explicou o palestrante.

Para o diretor da BioTec, Artur Silva, é importante falar sobre essa biodiversidade gigantesca, característica importante da nossa região. “A biodiversidade que nós temos, seja animal, vegetal ou de microorganismos, é também um ponto importante nesse nosso diálogo com os alunos. Como podemos transformar isso tudo em riqueza para melhorar a qualidade de vida do povo que mora aqui na Amazônia? E, como a engenharia genética moderna pode resolver problemas utilizando a floresta, falando uma linguagem que o mundo inteiro conhece, ou seja, a linguagem da indústria farmacêutica e a indústria de cosméticos?”, finalizou.

Feira de CTI

A Feira Estadual de Ciência e Tecnologia e Inovação esta na sua décima edição e, em 2019, traz o tema nacional “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”. O evento ocorre durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, e o local escolhido foi o Complexo Turístico Estação das Docas, onde vai acontecer ações educativas, culturais e científicas de maneira que contribuam para a formação educacional de crianças e jovens estudantes paraenses.

A programação da Feira será composta por atividades como a oficinas, roda de conversa, exposições em estandes e palestras. A BioTec-Amazônia também vai fazer parte do pavilhão de exposições com um dos espaços do Projeto SECTET 360º. O estande especial traz um formato circular onde serão apresentados todos os projetos desenvolvidos pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica.

BioTec-Amazônia

A primeira organização social vocacionada para a ciência e inovação em nível estadual no Brasil está em Belém, no Estado do Pará. Qualificada na área de desenvolvimento científico e tecnológico, a Associação BioTec Amazônia corresponde a inovação na gestão de recursos públicos e executa a gerência do programa paraense de incentivo ao uso sustentável da biodiversidade amazônica, conhecido como BIOPARÁ. A partir de um chamamento público nacional, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) selecionou a Organização Social (OS) qualificada na área de desenvolvimento científico e tecnológico, interessada em executar a gestão do programa BIOPARÁ.

Após divulgação do resultado do chamamento público, o Governo do Pará, por intermédio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) assinou, em dezembro de 2017, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, o contrato de gestão com a Associação BioTec Amazônia.

Para o titular da Sectet, Carlos Maneschy, a BioTec-Amazonia é uma nova forma de fazer gestão. “A BioTec-Amazônia como Organização Social contratada pela Sectet para trabalhar na prospecção de novos negócios, é um braço que pode agilizar o Governo nesse aspecto, em particular. Essa é a função primordial da relação entre BioTec e o Estado de maneira direta”.

O diretor presidente da Organização Social, José Seixas Lourenço, explicou que a ideia é garantir o desenvolvimento sustentável com qualidade de vida para a população. “Queremos transformar essa imensa riqueza da nossa biodiversidade em produtos, processos, patentes, de tal maneira que se possa gerar emprego e renda a partir disso”, destacou.

 

Serviço

A palestra “DNA da floresta” vai acontecer no dia 24 de Outubro, quarta-feira, de 11h às 12h, na Estação das Docas | Sala Multiuso – Estação Business. A exposição do Projeto SECTET 360º será no Boulevard das Feiras – Armazém 3, de 23 à 25 de outubro, de 9h às 19h.

 

Saiba mais: http://biotecamazonia.com.br/o-dna-da-floresta/

 

Silvia de Souza Leão
Assessora de Comunicação BioTec-Amazônia

(91) 99271-5573 (WhatsApp)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.