Operação Verde Brasil: atividades ilegais são desativadas e Serra do Cachimbo recebe reforço

A Operação Verde Brasil chega ao 13º dia com um reforço das ações na Serra do Cachimbo. Cerca de 100 militares do 2° Batalhão de Infantaria de Selva serão deslocados de Belém para a região. Metade da tropa já embarcou hoje e a outra metade segue nesta sexta-feira para a Serra do Cachimbo. Os militares vão atuar no combate ao incêndio principalmente em uma parte da serra localizada ao sul do Pará.

Militares da Marinha também foram deslocados para reforçar as ações na região do Rio Moju. Na quarta-feira, foram mais de 300 toras de madeira ilegal apreendidas às margens do rio, nas proximidades do município Moju, no Pará. A operação conta ainda com agentes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará e Polícia Ambiental.

 

Outra frente de ação do Comando do Conjunto do Norte está responsável pela desativação de garimpos ilegais de cassiterita em Altamira. Agentes da Força Nacional e servidores do ICMBio apreenderam e inutilizaram esta semana maquinário utilizado no garimpo e na exploração de minério.

Nessa quinta-feira, 11 bombeiros israelenses participaram de reunião no Centro Operações Conjuntas, em Brasília, e receberam informações sobre a Operação Verde Brasil. Eles também foram recebidos no Palácio do Planalto pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, e em seguida embarcaram para Rondônia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.