Pesquisadores do Museu Emilio Goeldi concluem levantamento sociolinguístico

O Projeto “Levantamento Regional da situação sociolinguistica de 26 etnias indígenas da região de Rondônia – Inventário Nacional da Diversidade Linguística (INDL)” foi o primeiro projeto realizado em escala regional de aplicação para o Inventário Nacional da Diversidade Linguística, que é parte essencial da Política Nacional da Diversidade Linguística.

Concluído em 2018, o projeto teve como objetivo realizar o levantamento da situação das línguas nativas de 26 povos indígenas de Rondônia, com uma população total de 11.218 pessoas.

Foram realizados os levantamentos sociolinguísticos, em campo, das etnias: Aikanã, Arikapu, Aruá, Cinta Larga, Djeoromitxi, Gavião (Ikõlej), Kanoê, Karipuna, Karitiana, Karo (Arara), Kujubim, Kwazá, Latundê, Makurap, Oro Win, Surui (Paiter), Puruborá, Sakurabiat (Mekens), Salamãi, Tupari, Kawahiba – Amondawa e Kawahiba – Uru-Eu-Wau-Wau, Wari (Pakaa Nova), Wayoro (Ajuru) e Zoró.

O resultado desse levantamento deverá servir como modelo para futuros levantamentos de campo no Inventário Nacional de Diversidade Linguística, constituindo-se assim este trabalho como um projeto piloto no que se refere à identificação, documentação e reconhecimento de mais de uma língua em contexto regional.

FONTE: MUSEU GOELDI

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.