PRF apreende mais de 98m³ de madeira ilegal em menos de 48 horas

A PRF realizou, apenas neste final de semana (19 e 20), três flagrantes de crime ambiental em Altamira no Pará. Ao todo foram apreendidas aproximadamente 98m³ de madeira com divergência entre a medição realizada e a quantidade descrita nas notas fiscais e guias florestais apresentadas. As ocorrências aconteceram na BR-230, conhecida também como Rodovia Transamazônica.

O primeiro flagrante ocorreu neste último sábado (19), por volta das 12:30 horas, no km 630, quando policiais rodoviários federais abordaram o veículo Ford/Cargo 4331, o qual transportava madeira. O condutor apresentou nota fiscal e guia florestal discriminando a quantidade de 15m³. No entanto, foi constatada divergência volumétrica real da madeira transportada resultando em um total de 36m³.

A segunda ocorrência aconteceu neste domingo (20), por volta das 13:45 horas, quando a equipe abordou o veículo Vw/26.390, que tracionava semi-reboque Sr/Librelato Cacae. Foram solicitadas ao condutor as notas relativas à carga de madeira. Ao serem analisadas as notas entregues pelo condutor, verificou-se divergência entre o somatório de volume declarados em nota fiscal (35m³) e os declarados na guia florestal 33m³. Além disso, a medição realizada pelos agentes, descontados os percentuais de tolerância, resultou no volume de 37,5m³ o que ultrapassava 4,5m³ do discriminado na guia florestal.­

A última ocorrência de crime ambiental aconteceu também neste domingo (20), por volta das 23:00 horas, quando a equipe abordou o veículo Vw/19.320 Clc Tt, que tracionava semi-reboque Reb/Randon Sr Gr Tr. Solicitados documentos pessoais, do veículo e da carga foram entregues às notas relativas à madeira que transportavam estando discrimados o volume total de 22,652m³ de madeira beneficiada do tipo portal e assoalho. Ao ser realizada a cubagem do volume real transportado, aplicando o desconto legalmente previsto, foi mensurado o total de 24,86m³

Diante dos flagrantes de crime ambiental evidenciados acima, os condutores dos caminhões foram detidos e liberados após a assinatura de Termo Circunstanciado de Ocorrência. Os caminhões com as respectivas cargas de madeira foram apreendidos e disponibilizados ao órgão ambiental competente.

A PRF vem combatendo com bastante rigor o crime ambiental no Pará. Só em 2019 já foram apreendidos mais de 222m³ de madeira ilegal em todo o estado. Ação repressiva visa coibir a extração de madeira de forma ilícita e, assim, contribuir com a preservação da biodiversidade da nossa floresta amazônica.

FONTE: PRF

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.