Instituições que atuam no Projeto Amazonas definem planejamento das atividades para 2019

A Agência Nacional de Águas (ANA) sediou nesta quarta-feira, 21 de novembro, em Brasília, a 3ª Reunião do Comitê Diretor do Projeto Amazonas: Ação Regional na Área de Recursos Hídricos – Fase 2.

Na ocasião, foi aprovado plano de trabalho para 2019, assim como foram apresentados os resultados das atividades implementadas em 2018. O evento contou com a participação de representantes da ANA, da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), do Ministério das Relações Exteriores (MRE) e da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

Além de servidores e do diretor da Área de Gestão da ANA, Ricardo Andrade, participaram do evento:  os diretores da OTCA, César de las Casas e Antônio Matamoros; o embaixador Norberto Moretti, do MRE; e a coordenadora de Cooperação Técnica Trilateral com Organismos Internacionais da ABC, Cecília Malagutti.

O Projeto Amazonas é uma iniciativa da ANA implementada em parceria com a OTCA, a ABC e o MRE, no contexto da cooperação Sul-Sul, e busca desenvolver ações de cooperação técnica para fortalecer a gestão transfronteiriça dos recursos hídricos entre os países da bacia Amazônica: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. As atividades são executadas pela Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) com o apoio dos órgãos gestores de recursos hídricos dos países signatários – no caso do Brasil, a ANA.

A iniciativa possui três eixos principais. Um deles é o intercâmbio de informações e experiências para a gestão dos recursos hídricos na bacia Amazônica. Outro eixo diz respeito à capacitação de técnicos e especialistas dos órgãos gestores de recursos hídricos da região, especialmente nos temas relacionados ao monitoramento quantitativo e qualitativo das águas, eventos extremos (inundações e secas) e gestão transfronteiriça dos recursos hídricos. A terceira linha de atuação está no apoio à estruturação de uma rede regional de monitoramento que viabilize o intercâmbio de informações hidrológicas, hidrometeorológicas, sedimentométricas (de sedimentos) e de qualidade de água.​

 

FOTO: Andréa Trindade / Banco de Imagens ANA

FONTE: Agência Nacional de Águas – ANA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.