Ibama disponibiliza sistema para a população acompanhar produção de madeira

Sistema Nacional de Controle da Madeira acompanha toda a cadeia produtiva da madeira, desde a origem, transporte até o destino final.

O coordenador-geral de monitoramento do uso da biodiversidade e comércio exterior (CGMoc) do Ibama, André Sócrates, conversa hoje (11) com o Brasil Rural sobre o Sistema Nacional de Controle da Origem de Produtos Florestais (Sinaflor).

Segundo o coordenador, todo o controle da madeira é feito através de um sistema informatizado que funciona como uma espécie de banco, onde se tem créditos de volume e acompanha desde o corte da árvore até o destino final da madeira.

“O usuário tem que declarar o corte das árvores, ele declara isso eletronicamente no sistema. A partir desse momento toda cadeia produtiva é monitorada através desse sistema de controle chamdo Sistema de Controle da Origem de Produtos Florestais”, esclarece o André Sócrates.

 

O coordenador do Ibama destaca que todo caminhão tem que ter o documento obrigatório de origem florestal (DOF), que atesta a origem da madeira. A ideia é que 100% da madeira esteja dentro do sistema e que o que estiver sendo transacionado fora seja considerado ilegal. Ele lembra ainda que o objetivo do Ibama com este sistema é combater o desmatamento.

Mais informações sobre o sistema, podem ser encontradas pelo link: https://www.ibama.gov.br/dados-abertos.

 

Ouça a entrevista no player abaixo:

FONTE: EBC / Rádio Nacional Alto Solimões

Brasil Rural vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.