RR – Instalação de Polo Cacaueiro em Roraima conta com apoio da Embrapa

Arquivo Embrapa Roraima - Chefe-geral da Embrapa Roraima e governadora do estado, Suelly Campos, assinam acorde para instalação de Polo Cacaueiro

Chefe-geral da Embrapa Roraima e governadora do estado, Suelly Campos, assinam acorde para instalação de Polo Cacaueiro.

O chefe-geral da Embrapa Roraima, Otoniel Ribeiro Duarte, assinou acordo de cooperação técnica com o Governo do Estado e Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira  (Ceplac) visando à criação do Polo Cacaueiro no município de Caroebe. A região localizada no sul do Estado é propicia para o desenvolvimento da cultura, conforme avaliação realizada pela Ceplac em 2016.

Em sua fase inicial, o projeto atenderá 300 agricultores familiares do município, com previsão de distribuição de sementes em outubro e plantio já no início das chuvas de 2019.  A estruturação do Polo será de responsabilidade da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA), que disponibilizará a assistência técnica aos produtores e estruturas necessárias para o início da produção.

Segundo Duarte, a exploração do cacau em Roraima será feita através do Sistema Agroflorestal (Saf), consorciado com frutas nativas da Amazônia. O gestor explica que as pesquisas com cacau são de domínio da Ceplac e que a Embrapa dará apoio técnico para utilização do Saf.

O pesquisador destaca ainda o papel importante da Embrapa na articulação do Polo Cacaueiro, demanda que surgiu a partir do Plano de Desenvolvimento para os Municípios do Sul de Roraima, denominado ‘Propriedades Diversificadas’. Este plano foi construído dentro dos Fóruns de Agricultura Familiar (FAF’s), iniciativa que tem a Embrapa e a FETRAFERR como principais agentes.

“O cacau será o carro-chefe do projeto ‘Propriedades Diversificadas’, que incluem mais de 15 cadeias produtivas, sendo elas o açaí, castanha-do-brasil, cupuaçu, graviola, maracujá, café, pimenta-do-reino, urucum, guaraná, cana-de-açúcar, leite, citrus, mandioca/macaxeira, tucumã e banana. Tudo isso buscando o incentivo a agricultura familiar e a agregação de valor através das agroindústrias”, comenta o gestor.

O que são os Saf’s?
Os Sistemas Agroflorestais integram a agricultura e a floresta, proporcionando melhorias ao meio ambiente. Nesse tipo de sistema, o produtor pode associar numa mesma área, árvores, cultivos agrícolas e produção de animais. Isso evita queimadas e a derrubada da floresta, permitindo o uso sustentável da terra. Também ajuda na prevenção da erosão e na recuperação de solos com baixa fertilidade, ajudando na ciclagem de nutrientes.

Clarice Rocha (MTb 4733/PE)
Embrapa Roraima

Foto: Arquivo Embrapa Roraima

Contatos para a imprensa

Telefone: (95) 4009-7114

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

roraimasafscacausistema agroflorestal  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.