Oficina debate estratégias de fortalecimento de feiras orgânicas na Amazônia

daisy photographed from below

Representantes de associações de agricultores familiares, produtores orgânicos, órgãos governamentais e sociedade civil se reuniram para discutir sobre produtos orgânicos na sede do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), em Manaus, nesta quinta-feira (1). 

A oficina teve como objetivo debater sobre as estratégias de fortalecimento das feiras e os mercados locais de produtos orgânicos e agroecológicos da capital e de todo o Estado do Amazonas.

No encontro foram apresentados os principais resultados de uma pesquisa sobre as características da oferta e da demanda nas feiras orgânicas de Manaus. Foram entrevistados ao todo 54 consumidores e 26 feirantes de quatro feiras orgânicas da capital. A pesquisa foi desenvolvida pelo Projeto Mercados Verdes e Consumo Sustentável (PMVCS), sob a coordenação de Erika Pinto (IPAM) e André Machado (EcoConsult) com apoio da Cooperação Técnica Alemã (GIZ), em parceria com a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead).

“O Projeto Mercados Verdes tem como objetivo atuar nos estados do Acre, Amazonas, Amapá e Pará para gerar mudanças a partir de um processo de inovação na área de comercialização de produtos da agricultura familiar, sejam agroecológicos, orgânicos ou da sociobiodiversidade”, afirma a coordenadora técnica do IPAM, Erika Pinto.

Durante a oficina, organizada pela Rede Maniva de Agroecologia (REMA), IPAM e EcoConsult, foram debatidos desafios e perspectivas para fortalecer os canais de comercialização e aumentar a oferta de produtos da sociobiodiversidade. Os participantes também identificaram as oportunidades para investir na gestão da informação e conhecimento do mercado de orgânicos na região Norte, desenvolvimento de capacidades e treinamentos, ações de sensibilização de consumidores, ambiente regulatório, certificação e mecanismos de diferenciação, sistemas participativos de garantia (SPG), extrativismo sustentável orgânico.

Participaram dos debates em Manaus representantes da REMA, do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (IDAM), Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (IDESAM), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Movimento SlowFood, Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Secretaria de Produção Rural do Amazonas (SEPROR), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), Fundação Vitória Amazônica (FVA), Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – seccional Amazonas (ABRASEL), Cooperação Alemã (GIZ), entre outros.

Oficinas como a de Manaus, organizadas pelo PMVCS e parceiros locais, para debate sobre estratégias de fortalecimento das feiras e os mercados locais de produtos orgânicos e agroecológicos amazônicos, também ocorrerão nas cidades de Rio Branco (AC), Santarém (PA), Belém (PA) e Macapá (AP), entre agosto e setembro deste ano. Para mais informações entre em contato com Erika Pinto (erika@ipam.org.br) ou André Machado (andre.machado@eco-consult.com).

FONTE: IPAM Amazônia – 2018Notícias 

http://ipam.org.br/oficina-debate-estrategias-de-fortalecimento-de-feiras-e-mercados-organicos/  

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.