Mutirão do MPF e outros órgãos visita aldeia indígena para regularizar armas de fogo

Ação, que incluiu testes de tiro, avaliação psicológica e comportamental, foi tema de reportagem no Programa Interesse Público

Frame do programa Interesse Público que mostra indígenas e policiais.

Programa Interesse Público acompanhou o mutirão de registro de armas de fogo dos indígenas Wajãpi. (Imagem: reprodução Youtube) 

O Ministério Público Federal (MPF) no Amapá reuniu a Polícia Federal e outras instituições com objetivo de regularizar as armas de fogo utilizadas para caça pelos indígenas Wajãpi. A ação ocorreu na terra indígena, em junho. Houve testes de tiro, avaliação psicológica e comportamental para fins de registro de uso de armas de fogo. 

Cerca de 60 Wajãpi estavam com os registros das armas vencidos desde 2013. O intuito do mutirão foi, “justamente, trazer de volta à legalidade àqueles Wajãpi que tiveram, na época do estatuto do desarmamento, o registro de suas armas de fogo”, explica o procurador da República Alexandre Guimarães. 

Interesse Público – A ação do MPF foi registrada em reportagem para o Programa Interesse Público. O programa, produzido pelo MPF e veiculado pela TV Justiça, vai ao ar aos domingos a partir das 17h30, com reprises durante a semana. As reportagens também estão disponíveis no canal do MPF no Youtube. Os assuntos são escolhidos de acordo com o interesse para o público e a atualidade, com atividades de todas as unidades do MPF no país, valorizando a pluralidade de opiniões. Abaixo você pode assistir à reportagem.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Amapá
(96) 3213 7895
prap-ascom@mpf.mp.br
www.mpf.mp.br/ap
www.twitter.com/mpf_ap
www.fb.com/mpfederal
www.youtube.com/tvmpf

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.